Seminário busca fortalecimento de candidaturas femininas à eleição deste ano

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Escola do Legislativo promove eventos para promover a participação das mulheres nas eleições, como o Caravana da Mulher
FOTO: Agência AL

Continua após o anúncio

A participação de mulheres no Congresso brasileiro é menor do que 20%, de acordo com relatório anual da União Inter-Parlamentar (UIP) publicado em 2022, considerando o índice de representatividade na Câmara de Deputados de 17,7%, e de apenas 16% no Senado. A desigualdade de gênero na política, porém, não ocorre apenas no Brasil, onde mais da metade da população e do eleitorado são mulheres. Apenas seis países atingiram a paridade ou tiveram uma presença maior de mulheres do que homens nos parlamentos: Nova Zelândia, Cuba, México, Nicarágua, Ruanda e Emirados Árabes.

Ainda segundo a entidade, em todo o mundo, apenas 26,5% das cadeiras parlamentares são ocupadas por mulheres. No ritmo atual, a UIP calcula que as mulheres levarão 80 anos para atingir a paridade nos parlamentos em nível mundial. Estatísticas divulgadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostram que, entre 2016 e 2022, o Brasil teve 52% do eleitorado constituído por mulheres, 33% de candidaturas femininas e, em média, somente 15% de eleitas.

Continua após o anuncio

A Escola do Legislativo Deputado Lício Mauro da Silveira tem atuado em iniciativas que estimulam a participação das mulheres nos espaços de decisão, levando a Caravana da Inclusão da Mulher na Política a todas as regiões do estado, buscando sensibilizar e conscientizar as mulheres da necessidade da participação feminina na política e também com a perspectiva de investir na formação e na preparação das mulheres para ocupar cargos eletivos.

Com o objetivo de fortalecer as candidaturas femininas e aumentar a participação das mulheres na política, promovendo a atuação suprapartidária e a criação de redes colaborativas em Santa Catarina, a Escola do Legislativo da Alesc, em parceria com o TRE, promove o Seminário “Quero você eleita”. O evento será na quinta-feira (11), das 8h30 às 17h30, no Plenarinho da Alesc (Rua Dr. Jorge Luz Fontes, 310, Centro, Florianópolis).

Continua após o anúncio

“A inclusão de mais mulheres é uma questão não só de justiça, mas de interesse público. A sub-representação feminina afeta negativamente o desenvolvimento e avanço da sociedade”, pondera a diretora da Escola da Alesc, Marlene Fengler, ao observar que o seminário também tratará de vários aspectos técnicos de quem tem interesse em participar das eleições de outubro.

Programação:
8h30
– Credenciamento
9h – Palestra de Abertura – Por que quero mulheres eleitas? Palestra em formato inovador – Ted Alike (Gabriela Rollemberg)
10h – Roda de conversa com lideranças femininas baseada em design de experiências (Elaine Rodrigues Santos; desembargadora Maria do Rocio Luz Santa Ritta, presidente do TRE; desembargadora federal, Ana Blasi; deputadas Luciane Carminatti e Paulinha; diretora da Escola da Alesc e ex-deputada, Marlene Fengler)
12h – Intervalo
14h – Palestra – Estratégia comunicativa e discurso político (Lucinda Laboissiere Ulhoa)
15h – Palestra – Sou pré-candidata, o que posso fazer agora? Qual o meu papel na convenção partidária? Passo a passo para registrar a sua candidatura (Gabriela Rollemberg)
16h – Palestra – Fui vítima de violência política de gênero, e agora? (Jordana Sá Barreto Almeida Lacerda)
17h30 – Encerramento

Fonte: Agência ALESC

Continua depois do anúncio: FP

Redação SC Hoje
Redação SC Hoje
Da redação do Portal SC Hoje News. DÊ SUA OPINIÃO SOBRE A QUALIDADE DO CONTEÚDO QUE VOCÊ ACESSOU. Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e envie sua mensagem por e-mail [email protected] ou pelo WhatsApp 48 99208.8844

Leia Mais

Mais Lidas

-PUBLICIDADE-