Conselho Municipal de Saúde apresentará balanço de ações

- PUBLICIDADE -
Continua após a Publicidade

A formulação e o controle da execução da política de saúde no município, inclusive como instância deliberativa e de acompanhamento da gestão do Sistema Único de Saúde (SUS). Essas são algumas das atribuições do Conselho Municipal de Saúde de Chapecó, organismo que apresentará, na próxima segunda-feira, 12 de dezembro, o balanço das ações desenvolvidas neste ano.

O trabalho realizado no decorrer de 2022 será apresentado na última reunião do ano do Conselho, que está programada para as 15h de segunda-feira, na Sala Agostinho Duarte do Centro de Cultura e Eventos Plinio Arlindo De Nes. Conforme o presidente do Conselho Municipal de Saúde, o empresário André João Telocken, será feira retrospectiva das atividades deste ano. “Vamos fazer uma retrospectiva do ano e para tanto convidamos autoridades e lideranças com o objetivo de estimular a sociedade a participar e se engajar nas ações do Conselho”, especifica o presidente, que integra a diretoria do Sindicato do Comércio da Região de Chapecó (Sicom).

- PUBLICIDADE -
Continua após a Publicidade

André Telocken argumenta ser necessário que a sociedade entenda a importância da saúde pública e suas repercussões. Acrescenta que também é importante que as pessoas compreendam o papel que o Conselho Municipal de Saúde desempenha em favor de toda a população de Chapecó.

QUEM FAZ PARTE

Definido em seu regimento como de caráter deliberativo, fiscalizador e consultivo, o Conselho de Saúde desempenha controle social no planejamento e execução da saúde pública de Chapecó e região. Possui entre seus objetivos os de sugerir critérios e atuar na formação de estratégias e no controle da política de saúde municipal, incluídos seus aspectos financeiros, que são fiscalizados mediante o acompanhamento de execução orçamentária, além de divulgar e possibilitar o amplo conhecimento de informações referentes ao SUS. É composto paritariamente por 28 conselheiros titulares e 28 suplentes, 50% representantes de usuários, 25% de trabalhadores da saúde e 25% de prestadores de serviços e governo.

Fonte: Prefeitura de Chapecó SC

Continua após a Publicidade