20.5 C
Balneário Camboriú
InícioSanta CatarinaGoverno incentiva iniciativas em prol do desenvolvimento da economia solidária catarinense

Governo incentiva iniciativas em prol do desenvolvimento da economia solidária catarinense

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News Fotos: Ascom/SDE

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), com apoio Conselho Estadual do Artesanato e da Economia Solidária (CEAES) e do Fórum Catarinense de Economia Solidária (FCES), divulgou uma lista de Organizações da Sociedade Civil (OCS) que foram selecionadas nos editais de mapeamento da economia solidária e de ações para o desenvolvimento da comercialização de produtos da economia solidária.

“Nesse momento temos as organizações da sociedade civil selecionadas e os trâmites para assinaturas dos termos de fomento e colaboração estão em andamento na secretaria. Quando os termos forem celebrados, várias iniciativas em prol do desenvolvimento e fomento da economia solidária serão realizadas no estado. Os projetos abrangem 9 regiões, desde o extremo oeste à região sul de Santa Catarina”, explica a secretária do Conselho Estadual do Artesanato e responsável pelo setor de Economia Solidária da SDE, Fabiana Lopes Ribeiro.

“Na Economia Solidária, encontramos milhares de trabalhadores e trabalhadoras organizados de forma coletiva gerindo seu próprio trabalho e buscando sua emancipação, com potencial de transformação social a partir da geração de trabalho e renda. Por isso, é importante a seleção de iniciativas e projetos por meio de editais ”, enfatiza o secretário interino da SDE, Jairo Luiz Sartoretto.

Conheça os projetos selecionados 

Fundação Universidade para o Desenvolvimento do Alto Vale do Itajaí (Unidavi), de Rio do Sul

O projeto “Rede Solidária de Comercialização dos Produtos dos grupos de Economia Solidária da região do Alto Vale do Itajaí – SC” tem como finalidade potencializar os canais de comercialização e os espaços de integração dos empreendimentos de economia solidária da região, tanto no meio urbano quanto no meio rural, por meio de ações específicas que envolvem: os agricultores familiares que integram a rede de produção e comercialização de origem orgânica “Abrigo da Terra”, os produtores de erva mate da comunidade Cafuza, os núcleos organizados grupo de imigrantes BRHAITI (brechó, confecção, salão de manicure e barbearia e feira agroecológica) e os participantes do coletivo AMO Mercado Criativo.

Cooperativa de Trabalho e Extensão Rural Terra Viva, de Chapecó

O projeto prevê a realização de duas feiras regionais nos municípios de Chapecó e Xanxerê, onde serão mobilizados os empreendimentos da Economia Solidária que pertencem ao Fórum Regional Oeste. Pretende-se garantir a presença de 40 feirantes, dando condições para a participação de duas pessoas por empreendimento, assim enquanto uma comercializa a outra pode participar dos processos de capacitação, que acontecerão simultaneamente. Além da comercialização, será oportunizada a exposição e divulgação dos trabalhos desenvolvidos pelos empreendimentos, gerando troca de informações e conhecimentos. Ainda durante as feiras serão realizadas atividades culturais (mostra cultural).

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Associação Cultural Matakiterani, de Lages

Fortalecimento da economia solidária da Serra Catarinense por meio de atividades de articulação, fomento, diagnóstico, formação e comercialização de produtos, estimulando a criação de um ambiente favorável à consolidação dessa política na região do Planalto Serrano. Ao todo serão 7 metas a serem atingidas em 1 ano de trabalho, onde estão contempladas ações estruturantes de fomento à produção e comercialização de produtos e serviços dos empreendimentos e pessoas que compõem a cadeia produtiva da economia solidária nos 18 municípios da região da Amures (Associação dos Municípios da Serra Catarinense).

Fundação Educacional de Criciúma

A Fundação Educacional de Criciúma vai fomentar a economia solidária na região do Extremo Sul Catarinense (sobretudo da Região da AMREC), por meio de ações visando a ampliação e consolidação dos espaços de produção (cursos de capacitação) e comercialização de produtos, através de feiras, criação plataformas e aplicativos digitais de venda, realização de processos formativos e de assessoramento técnico e fortalecer as organizações da sociedade civil que atuam em ações e tendo como foco a comercialização dos produtos da economia solidária.

Centro Público de Economia Solidária de Itajaí (Cepesi)

O Centro Público de Economia Solidária de Itajaí, mais conhecido como Cepesi atua na região desde 2005. Hoje conta com 72 associados divididos em 13 empreendimentos além de servir como ponto de apoio a diversas iniciativas solidárias como cooperativas de catadores (Cooperfoz e Cooperitapema), grupos culturais e gastronômicos como o Coletivo Cultural Ecovida e é base de ação para os Fóruns Litorâneo e Praia Norte. O projeto do CEPESI prevê reestruturação do movimento da economia solidária na sua região, com o desenvolvimento de no mínimo mais 6 pontos de comercialização, além de atuar com divulgação e formações na região.

Centro Público de Economia Solidária de Blumenau e região (Vitrine Ecosol)

O edital de fomento propiciará a revitalização do Centro Público de Economia Solidária de Blumenau e região, que hoje conta com cerca de 30 artesãos que comercializam sua produção, gerando renda e oportunidades para os empreendimentos econômicos solidários da região.

Texto: Pablo Mingoti 

Mais informações para a imprensa:
Mônica Foltran
Assessoria de Comunicação
Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável – SDE
Fone: (48) 3665-2261 / 99696-1366
E-mail: [email protected]
Site: www.sde.sc.gov.br

Fonte: Governo SC

Comente com o Facebook
Redação SC Hoje
Redação SC Hoje
DÊ SUA OPINIÃO SOBRE A QUALIDADE DO CONTEÚDO QUE VOCÊ ACESSOU. Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e envie sua mensagem por e-mail [email protected] ou pelo WhatsApp 48 99805.5030
- Advertisment -

Mais Lidas

Enviar mensagem
Envie FOTOS, VÌDEOS, ÁUDIOS, DENÚNCIAS ou sugestões de pauta para a equipe da redação!