Instalação de placa de projeto que sinaliza presença dos indígenas ocorre nesta quarta-feira


Como parte do projeto “Companhia Descolonizadora”, selecionado na categoria Bolsa Produção do 15º Salão Nacional de Artes de Itajaí, o artista- pesquisador Silfarlem Oliveira realiza, nesta quarta-feira (15), a instalação e inauguração da placa de sinalização com pictogramas correspondentes às três principais etnias indígenas que habitam o território de Santa Catarina: Kaingang, Laklãnõ/Xokleng e Guarani. A instalação acontece na Praça Arno Bauer, entre a Casa da Cultura Dide Brandão e o Museu Histórico, às 16h.

A intervenção inicia por Itajaí e será aplicada em diversos pontos do estado. Silfarlem Oliveira instalará, temporariamente, estas placas de sinalização com dizeres em tupi e macro-jê, dando as boas-vindas ao território Abya Yala e pictogramas com representações gráficas das três etnias.

O projeto “Companhia Descolonizadora” foi desenvolvido durante esta edição do Salão Nacional de Artes de Itajaí, sob monitoria da equipe curatorial do evento. A ideia, segundo o autor, é deixar explícito, a partir de demarcações visuais descritivas, a presença dos povos originários. Paralelamente, também combater às narrativas coloniais que são propagadas por meio de placas de sinalização que indicam rotas e atrativos turísticos.

A intervenção artística será transportada, montada e posicionada, de forma temporária, junto às paisagens, arquiteturas e outras placas de sinalização.

Comente com o Facebook