Aulas seguem normais em Chapecó e novas obras são anunciadas


As aulas na Rede Municipal de Ensino prosseguem normalmente nesta semana, mesmo com a recomendação do Estado em suspender a aula presencial, devido ao frio intenso. A informação foi ressaltada pelo prefeito João Rodrigues e pela secretária de Educação, Astrit Tozzo, em transmissão pelas redes sociais da Prefeitura.

“Nós optamos por manter as aulas para não prejudicar o ano letivo, pois iria atrasar ainda mais o calendário. Além disso estamos trabalhando para melhorarmos nossos índices no Ideb”, disse o prefeito. Os pais podem optar por não mandarem os filhos presencialmente neste período e, os gestores das unidades escolares, foram orientados a solicitar agasalhos para os estudantes em caso de necessidade.

A secretária Astrit Tozzo ressaltou que as escolas estão muito seguras, seguindo os Planos de Contingência, e com o monitoramento das unidades móveis dentro do programa Lockdown Inverso.

O prefeito João Rodrigues afirmou que vai solicitar ao governo do Estado a antecipação do retorno das aulas presenciais.

Na oportunidade o prefeito e a secretária anunciaram uma série de ações para a Educação.

“Nós vamos distribuir dois mil tablets, que estão sendo configurados. Além disso estamos construindo uma nova escola na região do São Pedro, com previsão de 500 alunos, que deve ser concluída até o final do ano que vem, e também projetando uma escola na região do Vederti”, disse Astrit. A secretária também disse que em breve estará pronta a escola do New Villas, pois já está na fase do mobiliário.

O prefeito João Rodrigues anunciou também a construção de um Centro de Educação Infantil na Grande Efapi.

“Vamos construir uma unidade para mil alunos, vocacionada principalmente para os filhos de funcionários das agroindústrias que estão instaladas naquela região da cidade. Também estamos concluindo o projeto para o primeiro Centro de Multiuso, que será no bairro Esplanada, para uso da comunidade e alunos da rede municipal, no contraturno”, disse Rodrigues.

Quanto a contratação de novos professores, a secretária afirmou que há previsão de contratação de mais ACTs até dezembro, além da reposição de efetivos onde ocorreu vacância.

Comente com o Facebook