Museu de Arte reforça acervo artístico – Prefeitura de Blumenau

Você está em:

Governo >>
Secretaria de Cultura e Relações Institucionais

A formação de acervo dos espaços vinculados à Secretaria Municipal de Cultura e Relações Institucionais (SMC) antecede à criação da Galeria Municipal de Arte, do Museu de Arte de Blumenau (MAB), Mausoléu e Museu de Hábitos e Costumes. Um representativo acervo artístico permaneceu sob a guarda do Museu da Família Colonial e agora migra para o MAB, preenchendo uma lacuna na representatividade do início da atividade pictórica da colonização alemã em Blumenau. Os trabalhos foram produzidos por Franz Richard Becker, G.Ruf, Heinrich Graf, Ludwig Emmerich, Paul Gerahardt Hering, S. Fischer, Johannes Janzen, Hans Steiner, entre outros. As obras registram de paisagens, acontecimentos e valores daquela época.

A gerente do MAB Mia Avila relata que esse rico acervo é constituído por obras produzidas sobre material de suporte orgânico, ou seja, tela, papel e madeira, que passam por um processo natural de envelhecimento, o que aliado a fatores externos aceleram a deterioração, principalmente nos materiais orgânicos. Essas obras estão passando por um cuidadoso procedimento de higienização mecânica. Chassi e moldura comprometidos pela ação de micro-organimos, insetos, cupins, estão sendo retirados com o objetivo de preservar a obra e minimizar futuras deteriorações, perdas ou contaminações. Toda a ação está sendo feita de forma a não interferir nem alterar a estrutura do objeto artístico.

Agentes de risco

Segundo o secretário de Cultura Rodrigo Ramos, preservar esses bens culturais, locando-os de acordo com sua tipologia e adotando medidas e ações para protegê-los dos diferentes riscos aos quais possam estar submetidos, tem sido uma preocupação constante da secretaria, que através de conhecimentos disponíveis, captação de recursos e parcerias, busca evitar e minimizar os efeitos negativos dos agentes de risco aos quais todos os espaços museais estão sujeitos. “As obras que migram para o Museu de Arte têm um bom potencial para pesquisa e estudo. Um esforço conjunto da comunidade e amigos da cultura parceiros pode contribuir de forma fundamental para investir em ações que salvaguardem esses bens culturais, assegurando seu acesso às atuais e futuras gerações”.

Estão sendo higienizadas mais de 50 obras. Quando esse delicado processo estiver finalizado, serão separadas por lotes para receber novos chassis e molduras à medida que forem obtidos recursos para essa finalidade. O MAB convida os apreciadores da arte e amigos da cultura para serem madrinhas e padrinhos desse acervo que, quando recuperado, será apresentado à comunidade em exposições virtuais e presenciais nos espaços da Secretaria de Cultura, e itinerantes, promovendo o patrimônio artístico como recurso educacional e turístico.

Assessor de Comunicação: Sérgio Antonello

postada em 15/03/2021 16:58 – 185 visualizações

Fotos

Foto: Divulgação / SMC

Foto: Divulgação / SMC

Foto: Divulgação / SMC

Foto: Divulgação / SMC

Foto: Divulgação / SMC

Foto: Divulgação / SMC

Foto: Divulgação / SMC

Foto: Divulgação / SMC

Foto: Divulgação / SMC

Foto: Divulgação / SMC

Foto: Divulgação / SMC

Foto: Divulgação / SMC

Foto: Divulgação / SMC

Foto: Divulgação / SMC

Foto: Divulgação / SMC

Foto: Divulgação / SMC

Foto: Divulgação / SMC

Foto: Divulgação / SMC

Comente com o Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui