Prefeitura de Chapecó orienta descarte nas lixeiras ou ecopontos

Continua após a Publicidade

Devido às cenas de lixo espalhado na rua e ao redor das lixeiras a secretaria de Infraestrutura Urbana (Seinfra) de Chapecó orienta a população para que faça o descarte correto dos resíduos, para colaborar com a limpeza urbana e com o meio ambiente.

De acordo com a gerente de Saneamento da Seinfra, Graciela Heckler, a Prefeitura tem uma equipe volante que faz um rodízio de limpeza em todo o município, mas que a demanda tem aumentado muito pelo descuido diário da população.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
Continua após a Publicidade

“Temos registrado muitas ocorrências de descarte fora da lixeira, por isso pedimos que a população faça o descarte correto, dentre das lixeiras, separando o que é orgânico do que é reciclável. Não é permitido descarte fora da lixeira e vamos intensificar a fiscalização. Quem for flagrado será multado. Para os materiais que não podem ir nas lixeiras verdes e laranjas, como eletrodomésticos, lâmpadas de pneus, temos os Ecopontos na Prefeitura, na Seinfra e no Parque da Efapi”, orientou Graciela.]

A multa varia de R$ 400 a R$ 4 mil. Em Chapecó somente a empresa terceirizada recolhe mensalmente 4,2 mil toneladas de resíduo orgânico e 750 toneladas de material reciclável.

VEJA ONDE DESCARTAR SEU LIXO

– Nos locais onde tem a coleta automatizada, o lixo orgânico (restos de alimentos, o lixo de banheiro), vai no contêiner verde. Já os resíduos recicláveis (papel, garrafas, potes, caixas de leite limpas) vão no contêiner verde. A Prefeitura de Chapecó informa que não há coleta seletiva no domingo. Por isso a orientação é que os descartes das residências e empresas não sejam feitos durante o dia, mas apenas a partir da noite de domingo ou segunda-feira pela manhã, para evitar acúmulo e desperdício de material.

-Também existem 16 contêineres instalados que são específicos para vidro, que estão ao longo da Avenida Getúlio Vagas, na Attilio Fontana e na rua Anjo da Guarda, no bairro Efapi. Outros quatro serão instalados no Calçadão e avenida Nereu Ramos.

-Os galhos são recolhidos dentro de um cronograma, que está disponível no site da Prefeitura (www.chapeco.sc.gov.br). Também é possível informações pelo telefone 3319-3600.

-O programa Bota Fora, que passa recolhendo móveis e eletrodomésticos nos bairros, com prévia divulgação.

ECOPONTOS

Chapecó conta também com três Ecopontos, um na Prefeitura, outro na Secretaria de Infraestrutura Urbana e outro no Parque da Efapi, que recebem os seguintes materiais:

-Eletroeletrônicos – Computadores, notebooks, celulares, monitores, TVs, pilhas e baterias. Materiais inteiros.

-Eletrodomésticos, metais e ferros – Geladeiras, fogões, máquinas de lavar, micro-ondas, cadeiras de metal, estantes de metal, latas de tintas (vazias).

-Móveis– Sofás, mesas, cadeiras de madeira, colchões, tábuas. Os materiais devem estar desmontados.

-Vidros –Garrafas em geral, vidros de box, utensílios quebrados (menos porcelana e para-brisa)

-Caixinhas de leite (somente limpas)

-Óleo de cozinha (dentro de garrafas pet bem lacradas)

-Lâmpadas (somente inteiras e até 10 unidades por pessoa)

-Esponjas (secas)

-Tampinhas de plástico em geral (garrafa pet, produtos de limpeza, etc.)

-Pneus

MATERIAIS NÃO RECEBIDOS NOS ECOPONTOS:

-Peças mecânicas, estopa, óleos, para-brisas de carro, etc.

-Laminado de piso

-Entulhos e materiais de construção

-Resíduo hospitalar e de saúde

Para o recolhimento destes materiais deve ser contratado um serviço particular, de empresa privada que faça este recolhimento.

As empresas que geram grande volume de resíduos também devem obedecer a um plano de destinação.

Descartes irregulares devem ser denunciados, com imagens que identifiquem o flagrante do descarte e também o autor ou a placa do veículo, para que seja possível a responsabilização.

Fonte: Prefeitura de Chapecó SC

Continua após a Publicidade