Secretaria de Educação faz homenagens e entrega certificados para 50 estudantes estrangeiros

- PUBLICIDADE -
Continua após a Publicidade

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Mitigar as barreiras encontradas pelos imigrantes oportunizando acesso gratuito a aulas de Língua Portuguesa, é a finalidade do projeto Novos Caminhos promovido pela Secretaria de Educação de Criciúma. O projeto, que é um curso realizado na Rede Municipal de Ensino formou nessa segunda-feira (12) um total de 50 estudantes estrangeiros que receberam certificados e homenagens. O projeto é ofertado no município devido à necessidade de estabelecer a comunicação no país, em razão do trabalho e nas situações cotidianas.

- PUBLICIDADE -
Continua após a Publicidade

O aperfeiçoamento e estudo da Língua Portuguesa ajuda a melhorar diversos processos comunicativos. Como, por exemplo, locomover-se, pedir ajuda, fazer compras, ir ao médico, igrejas, bibliotecas, para conseguir melhores empregos e até mesmo conhecer a cidade. Enfim, como resultado esse curso proporcionado beneficiará todos os participantes tanto em sua vida cotidiana quanto profissional”, frisou o secretário municipal de Educação, Celito Cardoso.

O projeto iniciou em 2021, primeiramente, atendendo os estudantes da Rede Municipal de Ensino do 1º ao 9º ano durante o contraturno escolar no Programa de Jornada Ampliada Escolar (Projae) e, para participação, é disponibilizado transporte escolar. Segundo a coordenadora pedagógica, Andreza Fidélis, o projeto permite que os estudantes matriculados ampliem seus processos comunicativos em diferentes práticas sociais.

A importância desses certificados é a busca de uma vida melhor, muitas vezes devido à dificuldade na língua portuguesa, eles não conseguem um trabalho, ou até mesmo se comunicar quando estão doentes. Mas, com as aulas de língua portuguesa eles tiveram um conhecimento melhor de nossa língua e, consequentemente, facilitando o seu cotidiano e profissional”, destacou.

Implantação do projeto em Criciúma

Conforme a coordenadora, em uma pesquisa realizada com o poder público e Secretaria Municipal de Educação de Criciúma, por meio do Programa Municipal de Educação para Diversidade Étnico-Racial (Pmeder), sentiu-se a necessidade de ofertar o curso para os adultos estrangeiros.

O projeto em 2022, inciou com 100 estudantes estrangeiros matriculados distribuídos em três turmas no período noturno na Escola Municipal de Educação Básica Giácomo Zanette. Desse modo, buscando romper as barreiras linguísticas por meio da aproximação, dos estímulos e no acolhimento para que todos compartilhem sua experiência. Assim, fazendo com que os estudantes sintam-se parte de um grupo”, pontuou Andreza.

Fonte: Prefeitura de Criciúma

Continua após a Publicidade