Prefeitura da Capital promove mostra cultural de creches

- PUBLICIDADE -

Na próxima quarta-feira (5), às 9 horas, começa a “I Mostra Cultural de Núcleos de Educação Infantil de Florianópolis” da rede municipal. A exposição, que se estenderá até o dia 28 de outubro, é baseada nas vivências diárias das crianças de zero a seis anos. Haverá também oficinas e rodas de conversa. O local das atividades será o Museu de Florianópolis Sérgio Grando, parceiro da Prefeitura nesse evento.
 
Às segundas-feiras, o Museu estará com suas portas abertas das 12h às 18 horas.  Às quartas, quintas e sextas-feiras o horário de visitação será das 9h às 17 horas. 
 
Conforme a diretora de Educação Infantil da Secretaria Municipal de Educação, Débora Schutz, essa iniciativa tem como objetivo dar visibilidade pública e social ao trabalho desenvolvido na rede municipal. “A riqueza de oportunidades que as crianças vivenciam cotidianamente em nossos Neims passa a compor a programação de outubro do Museu”. 
 
A Mostra está dividida em quatro ciclos. “Relações étnico-raciais: passado e futuro” foi concebido pelos núcleos de educação infantil Morro da Queimada e Irmão Celso. Os Neims Doralice Teodora Bastos e Jardim Atlântico enfocam “A infância dos territórios e materialidades”.   
 
Os núcleos de Educação Infantil Doralice Maria Dias e Pequeno Príncipe, juntamente com  o Núcleo de Educação Infantil da Escola Costa da Lagoa, são responsáveis por dois temas. Um deles é “Tessituras entre cultura e natureza” e o outro é “Arte e expressão cultural”. 
 
A secretária municipal de Educação em exercício, Fabrícia Luiz Souza, relata que a administração municipal realiza este projeto com o objetivo de aliar a cultura e a educação e enfatizar a autoria e o protagonismo dos sujeitos da nossa rede, tanto as crianças quanto os profissionais. 
 
CRONOGRAMA DA I MOSTRA CULTURAL DE NÚCLEOS DE EDUCAÇÃO INFANTIL DE FLORIANÓPOLIS
 
5 A 7 DE OUTUBRO – EXPOSIÇÃO DOS NEIMS IRMÃO CELSO E MORRO DA QUEIMADA
 
O Neim Morro da Queimada resgata e difunde grandes personalidades negras da história, como a professora, jornalista e deputada Antonieta de Barros. Trabalha a identidade, representatividade, ancestralidade e pertencimento das crianças que frequentam a unidade educativa. 
 
O Neim Irmão Celso busca tecer as tramas da história, abordando a perspectiva de uma África tradicional, com seus mitos, culturas e seu imenso baobá. Mas também coloca em perspectiva um futuro possível, a partir das referências artísticas do afrofuturismo.    
 
      
5 DE OUTUBRO, ÀS 10h,  E 7 DE OUTUBRO, ÀS 14h30
 
Sessão comentada com o documentário “Antonieta de Barros: brincadeiras, saberes e enredos literários”.
 
Com as professoras Cintia Cardoso, Fatima Martins, Marcia Mezzomo, Lucimara Andrade, Rosicleia dos Passos e Ricardo Rocha (Neim Morro da Queimada) e as participantes da produção: a escritora Jeruse Romão, a intérprete de LIBRAS Jéssica Cardoso (InterPrêta) e as moradoras da comunidade do Morro do Mocotó, Claudete Régis Machado (Dona Dete) e Geovania Pereira. 
 
6 DE OUTUBRO, ÀS 14h30, RODA DE CONVERSA 
 
“Presentificando o futuro: entre infâncias e afrofuturismos” 
Com as professoras Júlia V. T. Oliveira e Kamilla Bittencourt , do Neim Irmão Celso,  e a professora Zâmbia Osósio dos Santos, da EBM Professora Herondina Medeiros Zeferino. 
 
10 A 14 DE OUTUBRO-EXPOSIÇÃO DOS NEIMS DORALICE TEODORA BASTOS E JARDIM ATLÂNTICO
 
Os territórios brincantes produzidos no Neim Doralice Teodora Bastos e os brinquedos não estruturados, oferecidos no Neim Jardim Atlântico,  são meios de encontros, preparados e organizados coletivamente para uma vivência dinâmica, estética e criativa. Nos territórios e com seus brinquedos não estruturados a criança é a protagonista e conduz seu próprio ritmo de exploração e experimentação com as materialidades e a natureza. 
 
14 DE OUTUBRO, ÀS 10h E 14h30 – RODA DE CONVERSA
 
 “Diálogos sobre o brincar”
Com os professores André Felipe Marcelino, Márcia Eliza de Souza, Cristiane dos Santos Farias, Simone Cintra, Denise Figueiredo Loch, Patrícia Lúcia Barbosa da Silva (Neim Doralice Teodora Bastos), Ronaldo Lopes Vieira e Fernanda Edite Ferreira (Neim Jardim Atlântico). 
 
17 A 21 DE OUTUBRO – EXPOSIÇÃO  DOS NEIMS DORALICE MARIA DIAS E PEQUENO PRÍNCIPE E EBM COSTA DA LAGOA
Tessituras entre cultura e natureza 
      
 
 21 DE OUTUBRO, ÀS 14h30 – RODA DE CONVERSA
 “Uma proposta de artes visuais no NEIM do Futuro” 
Com os professores Elivelto Alves de Souza e Anna Carla Luz Lisboa (NEIM Doralice Maria Dias). 
 
 
24 A 28 DE OUTUBRO –  SEGUNDA EXPOSIÇÃO DOS NEIMS DORALICE MARIA DIAS E PEQUENO PRÍNCIPE E EBM COSTA DA LAGOA
 
 
O brincar é afetado pela cultura, mas também a afeta. São muitas as manifestações folclóricas que sobrevivem e multiplicam-se em formas e espaços por conta das apropriações que as próprias crianças fazem dentro e fora das unidades educativas. 
 
Nessas apropriações, os elementos culturais são combinados com outras referências artísticas e manifestados em expressões corporais e materiais, como desenhos, colagens e esculturas. Esse é um ciclo mais interativo, no qual o público é convidado pelos Neims Doralice Maria Dias e  Pequeno Príncipe e EBM Costa da Lagoa a se inspirarem nas produções expostas e interagir com os elementos dispostos a fim de construir novas obras. 
 
      
26 DE OUTUBRO, ÀS 10h – Oficina
 
 “Bonecos de graveto”.  Com a professora Andressa Proença Rosa, da EBM Costa da Lagoa.  

galeria de imagens


Fonte: Prefeitura de Florianópolis