Atleta do Basquete Feminino de Criciúma ganha bolsa de estudos nos Estados Unidos

- PUBLICIDADE -

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Criciúma vibra no esporte nesta semana com uma notícia vinda dos Estados Unidos. A atleta Isabella Thomé de Jesus, do basquete feminino do time FME Criciúma/Satc/Mampituba, conquistou uma bolsa de estudos na St. Petersburg College onde irá estudar e jogar representando a universidade.

Isabella, que já está em solo americano, atuava no projeto desde 2006 quando tinha 12 anos e agora vai em busca de mais um sonho fora do país. “Entrei no projeto apenas por diversão. Com o tempo percebi como o basquete era algo especial pra mim. O trabalho que nossas técnicas fazem nesse projeto vai muito além de só basquete, elas estruturam e estimulam as atletas a serem o seu melhor dentro e fora de quadra”, conta a atleta.

Sonhos sendo realizados pelo esporte

Estudar e jogar fora do país foi um sonho construído nos últimos anos por Isabella. “Enquanto ia evoluindo no projeto surgiu o sonho de ir para os Estados Unidos. Conquistar essa bolsa não é apenas mérito meu, mas de cada uma das atletas e comissão, que sempre me apoiaram e me incentivaram a continuar e crescer. Estou sem palavras em relação a ir para lá, ver esse sonho se tornando realidade apenas me remete a uma palavra que é gratidão”, conta a atleta.

Ainda conforme Isabella, esse será um período de muito aprendizado. “O intuito é mostrar o que esse projeto me ensinou sobre basquete e aprender melhor o basquete de lá, para evoluir e continuar com esse sonho de ser atleta profissional”, completa.

A técnica da equipe, Luana Minotto, lembra que já são cinco atletas criciumenses a conquistarem bolsas fora do país. “Para o nosso projeto é muito importante e gratificante mais uma atleta estar ganhando uma bolsa de 100% nos Estados Unidos. Isso nos faz perceber que estamos no caminho certo, dando qualidade para nossas jogadoras virarem profissionais”, conta a técnica.

Para Luana, muito mais que vencer competições, a equipe trabalha para realizar sonhos. “É muito bom ver que mais uma das nossas atletas chega ao seu grande sonho pelo basquete. Muito mais que vencer os jogos, nosso objetivo é fazer com que as meninas obtenham seus sonhos e objetivos”, completou a professora.

O presidente da FME, Neto Uggioni, vibra com o momento. “Ficamos muito felizes com essa oportunidade, é o esporte mudando vidas. Torcemos pela Isabella fora do país e claro, torcemos para que muitos outros atletas da nossa cidade realizem seus sonhos, sejam eles quais forem”, pontua Uggioni.

A FME Criciúma e Satc são parceiras da equipe de basquete feminino do Mampituba, a qual é integrante do projeto de formação de atletas que o clube mantém por meio de convênio, através de editais, com o Comitê Brasileiro de Clubes (CBC).

Fonte: Prefeitura de Criciúma