Professores de Atendimento Educacional Especializado concluem formação sobre inclusão escolar em Joinville

- PUBLICIDADE -

Setenta servidores da Rede Pública Municipal de Ensino de Joinville concluíram o curso Inclusão Escolar na Prática, com o objetivo de atualizarem seus conhecimentos de ferramentas para o trabalho com alunos com deficiências e com altas habilidades.

Eles são profissionais que atuam no Atendimento Educacional Especializado, chamados no dia a dia das escolas de professores de AEE. Em parceria com os professores de turma e das diferentes disciplinas, este educador analisa as barreiras para aprendizagem de cada aluno, ajuda no planejamento e desenvolve recursos específicos para os diferentes casos.

O curso de Inclusão Escolar na Prática teve 20 horas de carga horária, divididas em três encontros presenciais. Nas aulas, os professores tiveram acesso a conteúdos como análise de comportamento aplicada; estratégias de reorganização sensorial, organizacional e adaptativa; comunicação suplementar alternativa; e estratégias pedagógicas para estudantes com seletividade alimentar.

“Estamos realizando encontros semanais com estes professores de AEE desde o início do ano letivo, e pensamos na possibilidade de ter uma formação continuada para as AEEs, em um formato semelhante ao de uma cadeira de faculdade. Estes profissionais são os mediadores da educação especial dentro das escolas e, por isso, eles precisam estar em constante pesquisa e estudo”, analisa a coordenadora de Educação Especial da Secretaria de Educação, Priscila Murtinho Deud.

Para a professora Elisangela Vicente Brandão, professora de AEE da Escola Municipal João de Oliveira, além do aprendizado de novas ferramentas, o momento de formação também permitiu o contato com outras educadoras que atuam na mesma função e, consequentemente, a troca de experiências.

“Conseguimos observar que existem diferentes realidades em cada escola e, conhecendo o trabalho que as outras professoras têm realizado, podemos nos inspirar e compreender que sempre existem soluções. Além disso, as vivências práticas ajudam a lidar com questões do dia a dia, e que estão abrindo portas que vão fazer com que o atendimento melhore para todos”, afirma ela.

Até o fim de 2022, o objetivo é superar 120 horas de formação continuada para estes profissionais. Atualmente, a Secretaria de Educação de Joinville possui 62 professores de Atendimento Especializado, e um processo seletivo interno está sendo realizado para realizar a ampliação das salas de AEE nas unidades escolares e Centros de Educação Infantil.

Fonte: Prefeitura de Joinville