Enxadrista de Criciúma dá passo importante para conquista de reconhecimento inédito no Brasil

- PUBLICIDADE -

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

A enxadrista criciumense Kathiê Goulart Librelato deu um passo importante em busca do título de Grande Mestre Feminina, reconhecimento na modalidade e inédito ainda no Brasil. A atleta concluiu nesta última quinta-feira (1º) uma turnê de competições internacionais representando a equipe Fundação Municipal de Esportes (FME) de Criciúma/ACX-Criciúma/Librelato/Nações Shopping/Unesc.

Conforme a atleta, o objetivo foi a vivência de disputas no mais alto nível do xadrez e o alcance de requisitos para a obtenção do título. A sequência de seis eventos foi entre República Tcheca, Índia e Portugal, com início no mês de junho.

No total foram 55 partidas jogadas, com 26 vitórias, 12 empates e 17 derrotas. Os resultados levaram Kathiê a conquistar a segunda das três normas necessárias para a titulação máxima do xadrez feminino, de Grande Mestre Feminina. E ainda, a soma de mais três pontos junto à Federação Internacional de Xadrez (FIDE).

Segundo o técnico de xadrez da FME Criciúma, Claudionor Pirola, a atleta está muito próxima de conquistar o título inédito no país. “Kathiê é uma referência e inspiração para a categoria de base e deu passos importantes rumo ao título de WGM. Agora, falta apenas uma norma, é uma questão de tempo até termos a primeira WGM na história do Xadrez Brasileiro”, pontua orgulhoso o professor.

Destaques fora do país

Na República Tcheca, o primeiro evento foi o Festival Internacional de Praga, entre os dias 10 e 17 de junho, quando a enxadrista terminou com o 2º lugar feminino, somando seis pontos em nove rodadas e ficando atrás apenas da polonesa Maria Malicka. Em seguida, no Teplice Open entre os dias 18 e 26 foram cinco pontos em nove, com a 4ª colocação feminina. Por fim, no FIDE Open ?eské Bud?jovice, entre 1 e 9 de julho, o 1º lugar feminino.

A quarta e maior competição foi a 44ª edição das Olimpíadas de Xadrez, realizada na Índia entre os dias 29 de agosto e 9 de setembro. Representando a seleção brasileira no tabuleiro 2, Kathiê somou 6,5 pontos em 11 rodadas, com vitórias contra Equador, Islândia, Moldávia, Montenegro, República Dominicana e Tunísia, empate contra a França e derrotas para Bulgária, Eslováquia, Índia e República Tcheca.

Por fim, em Portugal, no Mirandela Open, entre 17 e 23 de agosto, ela ficou com a 9ª colocação feminina, com 3,5/8, e no Maia Chess Open de 26 de agosto a 1 de setembro com a 8ª posição, somando 5,5/9.

Estou muito feliz por tudo que pude vivenciar e animada para compartilhar com toda a equipe. Iniciei com boas performances, mas na segunda metade desse tour acho que meu desempenho caiu um pouco. De todo modo, sigo contente por ter conseguido avançar no caminho ao WGM e focada em obter esse título histórico para o Brasil. Muito obrigada aos que me apoiam nessa empreitada, diretamente ou por meio da torcida”, destaca a atleta.

O presidente da fundação, Neto Uggioni, afirma que toda a equipe FME torce e vibra com as conquistas da atleta. “Kathiê é uma das várias atletas criciumenses que nos orgulham muito. Estamos muito felizes com estes resultados fora do país e que venha o título de grande mestre”, afirmou Uggioni.

Fonte: Prefeitura de Criciúma