Sábado é dia D da Campanha contra a Poliomielite e de Multivacinação em Criciúma

- PUBLICIDADE -

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Neste sábado (20), as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Criciúma estarão abertas para atualização de vacinas de rotina e para imunização contra a poliomielite. A iniciativa, chamada de dia D, faz parte da Campanha Nacional contra a Poliomielite e de Multivacinação, do Ministério da Saúde. As UBSs estarão abertas das 8h às 17h com o objetivo de vacinar a população com menos de 15 anos. A UBS da Vila Francesa, porém, permanece fechada após as chuvas da semana passada.

O esquema vacinal contra a pólio inclui cinco doses e tem como público-alvo crianças menores de cinco anos. A meta é imunizar 95% desse grupo. Até o momento, Criciúma tem uma taxa de cobertura contra a pólio de 34,81%.

“No esquema básico são aplicadas três doses da Vacina Inativada da Poliomielite (VIP), que é injetável. Elas são administradas aos dois, quatro e seis meses de idade. Depois, é necessário que a criança tome as doses de reforço, aos 15 meses e aos quatro anos. Nesse caso, a vacina utilizada é a Vacina Oral da Poliomielite (VOP), conhecida como vacina da gotinha”, explica o gerente de Vigilância em Saúde de Criciúma, Samuel Bucco.

Bebês de até um ano receberão as doses em atraso ou previstas no calendário. Crianças com idade de um ano até menores de cinco (quatro anos, 11 meses e 29 dias) devem receber a VOP desde que já tenham recebido as três doses da VIP.

Sobre a pólio

Conforme a nota técnica Nº 5/2022-SAPS/MS do Ministério da Saúde, a poliomielite é uma doença infecciosa causada por um vírus transmitido de pessoa a pessoa por via fecal-oral e que se multiplica no intestino, podendo migrar para o sistema nervoso e causar um quadro de paralisia.

O documento destaca, ainda, a importância de reforçar ações de imunização mesmo em países com certificado de erradicação, para evitar o reaparecimento da doença, uma vez que a mesma não está globalmente erradicada.

Multivacinação

O público-alvo da multivacinação são crianças e adolescentes de 2 meses a menores de 15 anos. Em Criciúma, 37.780 pessoas fazem parte dessa faixa etária. De acordo com Bucco, vacinas de campanhas como Covid e Influenza também estarão disponíveis, assim como os demais imunizantes do Plano Nacional de Imunização, que serão aplicados conforme situação vacinal apresentada e seguindo o Calendário Nacional de Vacinação.

O menor de idade deve estar acompanhado de pais ou responsáveis e levar um documento de identificação, além da carteirinha de vacinação. A campanha segue até dia 9 de setembro.

Fonte: Prefeitura de Criciúma