Balneário Camboriú conquista a maior separação de recicláveis em sua história

- PUBLICIDADE -

Os números do Programa Municipal de Reciclagem, ReciclaBC, mostram que Balneário Camboriú atingiu em julho o percentual 8,9% na separação de recicláveis, sobre o total de resíduos recolhidos, o maior em sua história.

Esses registros mensais são feitos há seis anos, e o percentual é calculado comparando-se a quantidade de recicláveis e de lixo comum recolhidos.

Em julho de 2017, a população de Balneário Camboriú separou para reciclagem 3,4% do total de resíduos, percentual que agora chega a 8,9%.

Em peso, o resultado é igualmente positivo, pois as 157 toneladas de seis anos atrás, agora são 410.

Balneário Camboriú está coletando para reciclagem o triplo da média nacional que é 3%, segundo a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe).

“Em Balneário Camboriú, estamos implementando obras e ações inovadoras de cuidado com o meio ambiente porque sabemos que o desenvolvimento da cidade tem que ser feito com esse olhar e com esse cuidado. Às muitas ações implementadas, que nos renderam prêmios nacionais, como o de “Cidade Lixo Fora d’Água”, da Abrelpe, e cidade número um em Meio Ambiente do Brasil 2021, pelo Connected Smart Cities, se juntam outras ações e programas importantes como esse de separação de lixo que se cristaliza e cresce em nossa cidade”, pontua o prefeito Fabrício Oliveira.

“É o resultado de um trabalho contínuo de esclarecimento da população que, enxergando os resultados, adere ao esforço de um manejo mais sustentável dos resíduos”, define a engenheira Ivana Laís da Conceição, analista da Ambiental Limpeza Urbana e Saneamento Ltda, empresa responsável pelo ReciclaBC.

Os recicláveis recolhidos pelos caminhões, que passam de uma a três vezes por semana nos bairros, dependendo da região, são encaminhados gratuitamente a cooperativas da região.

Está em construção, com expectativa de ser inaugurada ainda neste ano, uma moderna usina de reciclagem que absorverá o material coletado, possibilitando emprego e renda a trabalhadores do setor, organizados em cooperativas.

SAIBA MAIS SOBRE O RECICLABC

Pergunta: ainda não faço parte da coleta seletiva, como posso participar?
Resposta: verifique o dia que o caminhão passa em sua rua e coloque os recicláveis para serem recolhidos.

Pergunta: qual o dia que o caminhão passa na minha rua?
Resposta: a tabela está sempre atualizada em https://reciclabc.com.br/coleta/

Pergunta: a mesma equipe recolhe o lixo comum e o reciclável?
Resposta: não, são equipes e caminhões diferentes que recolhem em dias e horários distintos.

Pergunta: já vi o caminhão misturar lixo comum com o reciclável, por qual motivo isso ocorreu?
Resposta: o reciclável deve ser posto para recolher somente no dia de passagem do caminhão específico, para evitar que o coletor confunda os resíduos.

Pergunta: quais resíduos são recicláveis?
Resposta: basicamente plásticos, vidros, metais e papéis limpos. Fraldas descartáveis e papel higiênico usado não são recicláveis. Lâmpadas fluorescentes, cartuchos de impressoras, pilhas, baterias e aparelhos eletrônicos devem ser entregues onde foram comprados, pois fazem parte da logística reversa.

Pergunta: como devo separar o reciclável?
Resposta: os resíduos devem ser separados em lixo comum e reciclável. No dia da coleta o reciclável deve ser posto para recolhimento pela equipe específica.

Pergunta: o que é feito com os recicláveis recolhidos?
Resposta: são entregues para cooperativas de reciclagem da região. Está prevista a construção de uma Central de Valorização de Materiais, onde as cooperativas poderão trabalhar e aumentar a renda proveniente dos recicláveis.

Pergunta: onde estão localizados os ecopontos e o que eles recebem?
Resposta: na praça da Barra; em Taquaras na Alameda das Acácias esquina com Rua Flamboyan; na Terceira Avenida altura da rua 2870, na Praça Higino Pio e na Avenida Palestina esquina com rua Paraguai. Eles funcionam 24 horas por dia e, durante o dia, têm um monitor prestando orientações (exceto o ecoponto da Taquaras). Eles recebem metais, plásticos, vidros, lâmpadas fluorescentes, lâmpadas comuns (separadas das fluorescentes), pilhas e baterias. A entrega de lâmpadas, pilhas e baterias nos ecopontos é reservada apenas a pequenos geradores, pessoas com grandes volumes devem procurar quem lhes forneceu os produtos para encaminhar à logística reversa.

Pergunta: como funciona o PEV?
Resposta: O PEV recebe (linha branca) refrigeradores e congeladores, fogões, lavadoras de roupa e louça, secadoras, condicionadores de ar etc; (linha marrom) monitores e televisores de tubo, plasma, LCD e LED, aparelhos de DVD e VHS, equipamentos de áudio, filmadoras etc; (Linha Azul): batedeiras, liquidificadores, ferros elétricos, furadeiras, secadores de cabelo, espremedores de frutas, aspiradores de pó, cafeteiras etc; (Linha Verde): computadores desktop e laptops, acessórios de informática, tablets e telefones celulares etc; Resíduos de Construção Civil até 0,5m³; Resíduos de poda até 0,5m³; Resíduos recicláveis em geral; Resíduos Volumosos, todos eles em quantidades domiciliares e somente para moradores de Balneário Camboriú

O PEV não recebe pilhas e baterias; pneus; medicamentos vencidos; caixas d’água; telhas de fibrocimento; latas e restos de tinta; lâmpadas fluorescentes; embalagens de agrotóxicos ou óleos lubrificantes.

Funcionamento: Av. Santa Catarina, nº 801 – Estados (anexo a Secretaria de Obras), de segunda a sábado das 07h30 às 11h30 e das 13h30 às 16h50.

Para ver o calendário de coleta de resíduos comuns-> https://reciclabc.com.br/coletaderesiduos/ 

Para ver o calendário de coleta de resíduos recicláveis -> https://reciclabc.com.br/coleta/ 

Para agendamento de coleta de volumosos – WhatsApp 47 9963-5900 

Para contato com o ReciclaBC – WhatsApp 47 99647-9495 

__________________

Secretaria do Meio Ambiente
(47) 3267-7080

Texto: Assessoria de Comunicação da Ambiental
Foto: Divulgação/Ambiental

www.instagram.com/prefeituradebc 

FOTOS

Fonte: Prefeitura de Balneário Camboriú