Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres se reúne com promotor de Justiça no Paço Municipal


Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

O Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres (CMDM) esteve reunido na manhã desta terça-feira (21), com o promotor de Justiça Samuel Naspolini, no Salão Ouro Negro, do Paço Municipal Marcos Rovaris. O objetivo do encontro foi apresentar ao promotor as entidades e o comprometimento de cada uma delas com o órgão de Justiça. “Estamos muito honrados de estarmos aqui presentes, pois não há lugar melhor para conhecer a realidade da nossa cidade em relação a esse tema, do que aqui no conselho municipal. Pela pluralidade do órgão e os diferentes pontos que cada entidade traz”, ressaltou o promotor.

O promotor ainda falou sobre o aprimoramento da Lei Maria da Penha. Segundo a presidente do conselho, Maria Estela Costa da Silva, o fato do agressor ser penalizado pela Justiça é uma vitória para as mulheres. “São essas conquistas que temos que comemorar. Sabemos que não vamos acabar com o feminicídio, mas podemos diminuir os casos por meio da conscientização”, afirmou.

Fórum Regional de Integração de Políticas para Mulheres

A presidente aproveitou a ocasião para fazer um convite aos municípios da Amrec, Amesc e Amurel para participarem do Fórum Regional de Integração de Políticas para Mulheres, que ocorrerá no dia 6 de julho, no Teatro Municipal Elias Angeloni. Além de abordar os avanços da Lei Maria da Penha, o encontro terá a palestra do juiz de Direito, Alexandre Karazawa Takaschima, da 2ª Vara Criminal de Lages, com o tema ‘Os caminhos possíveis para a efetivação das Políticas Públicas para mulheres e filhas/os’.

Estamos com uma perspectiva muito positiva em relação a esse encontro, por saber a importância de reunir essas mulheres. Nós pensamos em estender o convite às comunidades, a todas as mulheres vítimas ou não de violência a estarem conosco nesse dia”, salientou.

Sobre o Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres

O conselho é um órgão autônomo que fiscaliza a política pública de gênero. O objetivo é fortalecer a população feminina por meio de ações de capacitação e acompanhar a legislação em vigor exigido o cumprimento dos direitos assegurados às mulheres.

Comente com o Facebook