Guarda Ambiental e fiscais da SEMAM atendem denúncia de maus tratos


A Secretaria do Meio Ambiente de Balneário Camboriú e a Guarda Ambiental atenderam neste domingo (19), uma denúncia de maus-tratos a animal que ocorria no bairro Nova Esperança. O animal maltratado era um cavalo extremamente desnutrido que sofreu uma queda pela manhã e não conseguia mais se levantar, tamanha a fraqueza. Na averiguação da denúncia foi constatado que o animal era “alimentado” apenas com pão e água.
A SEMAM acionou o Grupo de Operações de Resgate (GOR), que sempre é acionado em caso de animais de grande porte, e foi feito o laudo veterinário que determinou a eutanásia do animal. O cavalo apresentava, além da desnutrição, fortes dores abdominais e a suspeita de ter ingerido algo que obstruiu o intestino. A eutanásia foi a forma encontrada para aliviar o sofrimento, já que não havia, segundo os veterinários, chance de recuperação do animal.

Não é a primeira vez que a família proprietária do animal maltratado é denunciada. A Guarda Ambiental registrou um Boletim de Ocorrência sobre o fato e a SEMAM fará a multa. Outro animal da família, que é de carroceiros, já havia sido retirado deles pelo mesmo motivo de maus-tratos. A família em questão possui ainda uma outra égua que será avaliada para saber em que condições está e se será recolhida.

O animal morto será enterrado por equipe da Secretaria de Obras que irá ao local com máquina adequada ao serviço. A pena para maus-tratos a animais pode ir de 3 meses a um ano de prisão, além de multa.
________

Secretaria do Meio Ambiente
(47) 3267-7080
Diretoria de Comunicação
Jornalista: Ivan Rupp
Fotos: Divulgação

Comente com o Facebook