Alesc homenageia maestro José Nilo Valle, criador da Orquestra Sinfônica de SC


O maestro, compositor e instrumentista, José Nilo Valle, autor do hino oficial do município de Guabiruba, que comemorou 60 anos de emancipação político-administrativa na última sexta-feira (10), recebeu nesta quarta-feira (15) a homenagem da Assembleia Legislativa, proposta pelo deputado Osmar Vicentini (União). Criador da Orquestra Sinfônica de Santa Catarina (OSSCA) e membro da Conductor’s Guild International, ele ocupa a Cadeira n° 37, patrono Ariano Suassuna, da Academia de Letras de Nova Trento.

Durante o ato, o maestro entregou ao deputado Osmar Vicentini o livro “Primeira Antologia da Academia de Letras de Nova Trento”, autografado, onde há vários textos dele e de outros escritores da região. O parlamentar enfatizou o fato de, como guabirubense, demonstrar o reconhecimento da população do município. “Foi um bem que ele fez ao povo de Guabiruba. A passagem da vida é rápida, mas quando se pode fazer o bem como fez o maestro, o que vale é o sorriso das pessoas e isso dá força a elas. O que esse homem fez e está fazendo para a música no estado é reconhecido pelo povo.”

José Nilo Valle destacou a sua frase predileta. “A maior glória de um homem é poder contribuir para a sociedade com aquilo que ele é mais capaz”. Ele ressaltou que qualquer pessoa que faça alguma ação em prol da sociedade se sente muito honrada quando é reconhecida. “A atitude da Alesc e a iniciativa do deputado Osmar Vicentini me trouxe a certeza de que a minha trajetória está valendo a pena, porque na vida a gente vai fazendo e construindo, busca o melhor na carreira, e quando chega esse momento é só regozijo.”

Hino de Guabiruba

Nossas vozes entoam melodias

Traduzindo carinho, exaltação

Salve rico, garboso município

Monumento da nossa imigração

Guabiruba, Guabiruba,

O teu nome é doce e lindo

Dá-nos um prazer infindo

Ser teus filhos, Guabiruba

Quem vive no teu seio, mas não sente

O verdadeiro amor que tu expeles

A todos teus amigos, tua gente

É cruel, filho ingrato, é um reles

Guabiruba, Guabiruba,

O teu nome é doce e lindo

Dá-nos um prazer infindo

Ser teus filhos, Guabiruba

Guabiruba, nasceste para a glória

Seguirás na vanguarda sem temores

Sempre em busca de novos ideais

És celeiro de nossos esplendores

Guabiruba, Guabiruba,

O teu nome é doce e lindo

Dá-nos um prazer infindo

Ser teus filhos, Guabiruba

Comente com o Facebook