Dia Mundial da Conscientização da Violência Contra o Idoso


O dia 15 de junho é o dia Mundial da Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa e o tema será trabalhado pela Secretaria de Assistência Social na Cidade do Idoso, em atividade prevista para às 11h. Também o Conselho Municipal dos Direitos do Idoso CMDI de Chapecó aderiu à Campanha Nacional de Enfrentamento a Violência Contra a Pessoa Idosa junto ao Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa – CNDI, que realizará às 15h, um Seminário Nacional sobre a Violência contra a Pessoa Idosa com transmissão ao vivo pelo facebook e youtube nos links: www.youtube.com/c/EventosCEADUFV e www.facebook.com/cndiconselhonacional

A violência contra o idoso é uma questão social global que afeta a saúde e os direitos humanos de milhões de idosos em todo o mundo e que merece a atenção da comunidade. O abuso de idosos muitas vezes ocorre sem que haja reconhecimento ou resposta, pois, até recentemente, esse grave problema social estava oculto à vista do público e era considerado um assunto privado. No entanto, sabemos que o abuso de idosos é um importante problema de saúde pública e social que deve ser olhado com atenção para podermos combatê-lo.

Tipos de violência contra às pessoas idosas:

A mais comum é a negligência, quando os responsáveis pelo idoso deixam de oferecer cuidados básicos, como higiene, saúde, alimentação, medicamentos, proteção contra frio ou calor.

O abandono é considerado uma forma extrema de negligência. Acontece quando há ausência ou omissão dos familiares ou responsáveis, governamentais ou institucionais, de prestarem socorro a um idoso que precisa de proteção.

Há, ainda, a violência física, quando é usada a força para obrigar os idosos a fazerem o que não desejam, ferindo, provocando dor, incapacidade ou até a morte.

Violência financeira ou material, que é a exploração imprópria ou ilegal dos idosos ou o uso não consentido de seus recursos financeiros e patrimoniais.

Violência sexual, quando a pessoa idosa é obrigada a manter relação sexual ou práticas eróticas por meio de aliciamento, violência física ou ameaças.

Violência psicológica ou emocional é a mais sutil das violências. Inclui comportamentos que prejudicam a autoestima ou o bem-estar do idoso, entre eles, xingamentos, constrangimento, impedimento de que vejam amigos e familiares, etc. Precisamos unir forças para juntos enfrentarmos esse grave problema.

Comente com o Facebook