Unidades de Saúde Leste e Jardim América terão horário ampliado


A partir de segunda-feira as unidades de Saúde Leste e do bairro Jardim América, terão horário ampliado de atendimento, das 7h às 19h. O horário anterior era das 7h30 às 11h30 e das 13h às 17h.

De acordo com o secretário de Saúde de Chapecó, Jader Danielli, a Administração Municipal de Chapecó, buscando ampliar o acesso do usuário aos serviços de básicos de saúde, aderiu ao programa Saúde na Hora proposto pelo Ministério da Saúde através da Secretaria de Atenção Primária. Este projeto estende o horário de funcionamento dos Centros de Saúde da Família, de 40h para 60h semanais.

Essa estratégia ainda não foi homologada pelo Ministério da Saúde mas, o município dará início com recursos próprios, visando:

-Ampliar o acesso aos serviços de Atenção Primária à Saúde por meio do funcionamento dos CSF’s em horário estendido;

– Ofertar ações de saúde em horários mais flexíveis para a população, como horários no final do dia e do almoço;

-Ampliar a cobertura da Estratégia Saúde da Família, da Atenção Primária à Saúde e do cuidado em Saúde Bucal no município;

-Fortalecer a gestão municipal na organização da Atenção Primária;

– Reduzir custos em outros níveis de atenção;

– Investir mais recursos na saúde da população;

-Diminuir filas em unidades de pronto atendimento e emergências hospitalares;

-Dar suporte no enfrentamento em casos de Emergência de Saúde Pública causadas pelo coronavírus, dengue, etc.

A gerente de Atenção Básica da Secretaria de Saúde, Lígia Schacht, disse que esses dois CSF’s passarão também a utilizar Whatsapp para melhorar a comunicação entre as equipes de Saúde da Família e os usuários, sendo possível solicitar atendimento através desta ferramenta( agendamento de atendimento, receitas, avaliação de exames, etc).

Juntamente com a ampliação de horário está sendo realizada a ampliação das Equipes de Estratégia de Saúde da Família, ou seja, mais profissionais estão sendo contratados para ampliar as possibilidades de atendimento à população chapecoense, sendo que, esta também é uma estratégia realizada com recursos próprios.

O que é Atenção Primária à Saúde?

A Atenção Primária à Saúde(APS) é considerada a porta de entrada do usuário do SUS, a rede APS é a primeira divisão do sistema, responsável por realizar o atendimento e acompanhamento de rotina, tratando e prevenindo problemas de saúde. A estratégia é orientada pelos princípios do SUS e diretrizes da Política Nacional de Atenção Básica à Saúde, que são: universalidade, acessibilidade, vínculo, continuidade do cuidado, integralidade da atenção, responsabilização, humanização, equidade, participação social e eficiência da rede pública de saúde no município.

Como funciona a rede de Atenção Primária à Saúde em Chapecó?

A rede de atenção primária à saúde em Chapecó, se refere a um conjunto de ações, no âmbito individual e coletivo, que envolve a promoção e a proteção da saúde, incluindo a prevenção de agravos, o diagnóstico, o tratamento, a reabilitação, a redução de danos e a manutenção da saúde. Esse nível de atenção também coordena o encaminhamento dos pacientes para a atenção secundária e terciária sempre que é necessário um atendimento especializado.

Um dos focos da APS é manter o vínculo com os pacientes ao longo de toda a vida, atuando de forma próxima e humanizada. Chapecó utiliza a Estratégia Saúde da Família como modelo assistencial da Atenção Primária à Saúde (APS). O Centro de Saúde da Família é a principal porta de entrada do usuário no Sistema de Saúde e coordenador do cuidado no território.

Os Centros de Saúde da Família possuem as equipes formadas por enfermeiro, médico, auxiliar/técnico de enfermagem, agente comunitário de saúde, dentista, auxiliar/técnico em saúde bucal. Cada equipe é responsável por um determinado número de famílias em uma área de abrangência/geográfica definida. Tem também os profissionais de apoio: clínico, ginecologista, pediatra, psicólogo, assistente social, nutricionista, fisioterapeuta, farmacêutico, educador físico. Todos estes profissionais compõem a APS e são responsáveis pela assistência, prevenção de doenças, promoção da saúde, coordenação do cuidado, monitoramento e acompanhamento da população de sua área de abrangência.

Assim, você pode se cadastrar no CSF mais próximo a você e se dirigir à unidade sempre que precisar de atendimento médico emergencial ou de rotina, basta apresentar:

-Cartão SUS;

-Comprovante de residência;

-Documento de identificação com foto contendo CPF;

-Cadastro na Unidade para acompanhamento regular.

Os principais serviços ofertados pela APS são:

-Cartão Nacional de Saúde (CNS);

-Cadastro Municipal de Saúde;

-Acolhimento com escuta qualificada e identificação da necessidade de atendimento;

-Consultas individuais e coletivas feitas por médicos, enfermeiros, dentistas e Equipe —Multiprofissional;

-Visita e atendimento domiciliar;

-Cuidados para a saúde bucal;

-Vacinação;

-Desenvolvimento das ações de controle da dengue/covid e outros riscos ambientais em saúde;

-Pré-natal e puerpério;

-Acolhimento da mãe e do bebê após alta na maternidade;

-Rastreamento de câncer de colo uterino (preventivo) e câncer de mama;

-Curativos;

-Planejamento familiar;

-Teste do pezinho;

-Teste rápido de sífilis, HIV e Hepatites Virais;

-Teste rápido de gravidez;

-Prevenção, tratamento e acompanhamento de doenças sexualmente transmissíveis e de doenças infecto-contagiosas;

-Acompanhamento de doenças crônicas, como hipertensão, diabetes e doenças respiratórias;

-Ações de promoção da saúde e proteção social na comunidade;

-Controle do tabagismo;

-Saúde mental;

-Atendimento em grupos;

Qual o modelo de acesso à Atenção Primária à Saúde em Chapecó?

Todo serviço oferecido necessita de um modelo de acesso, ou seja, uma forma de acessar o atendimento. Nos Centros de Saúde da Família de Chapecó o modelo de acesso adotado é o Acesso Avançado (AA), também conhecido por acesso aberto ou agendamento no mesmo dia. Esse modelo permite aos pacientes buscarem cuidados primários de saúde – com seus profissionais de referência – no momento de sua necessidade ou escolha.

Os modelos tradicionais de agendamento organizam, de maneira geral, os atendimentos para datas futuras, resultando, muitas vezes, em demora na providência de cuidados. Dessa forma, acaba por favorecer o aumento do absenteísmo(faltas) e comprometer a longitudinalidade (ao não assegurar ao paciente o atendimento com seu profissional de referência).

O AA tem uma regra de ouro: ‘Faça hoje o trabalho de hoje!’. Essa regra permite a abordagem de condições crônicas, eventos agudos, demandas administrativas, medidas preventivas e coordenação do cuidado dos pacientes, todos seguindo o mesmo método de agendamento, sem fragmentações. Não se divide a agenda por períodos reservados a grupos predominantes, como hipertensos, diabéticos ou tabagistas. A agenda permanece aberta, e seus horários são preenchidos diariamente, conforme a demanda.

O Acesso Avançado não divide a agenda entre demanda de rotina e de urgência. Os atendimentos e processos do trabalho são realizados no mesmo dia, independentemente de sua natureza, excetuando-se alguns casos em que são agendados para futuro próximo, em geral, por uma escolha realizada compartilhada entre paciente e profissional de saúde e, também devido à capacidade técnica de cada equipe em atender no dia.

Cada CSF organiza seu próprio ‘limite de tolerância’ para esses agendamentos futuros, sendo que, o preconizado é que o paciente seja atendido dentro da mesma semana. Assim, ao buscar atendimento, o paciente será atendido no mesmo dia (podendo esperar em casa e voltar no momento da consulta) ou em até uma semana. A flexibilidade, entretanto, é soberana, e o paciente pode ser agendado para momento posterior se possível – e se sua condição clínica permitir.

A agenda ainda possui tempos de consultas diferentes, justamente para poder atender a demanda de cada usuário.Vale ressaltar ainda que, é reservado um percentual de agendamento, para a demanda programada.

“A unidade pode ser procurada durante qualquer período do dia, não sendo necessário chegar mais cedo e aguardar a unidade abrir pois, a escuta qualificada é realizada durante todo o período de atendimento do CSF. O Acesso Avançado diminui o absenteísmo e o tempo médio de espera por atendimento, facilitando o fluxo de atendimento diário e melhorando a longitudinalidade do cuidado, resultando em melhores condições de saúde à população”, disse Lígia Schacht.

Quais são os Centros de Saúde da Família em Chapecó

Em Chapecó são 26 Centros de Saúde da Família com 62 Equipes de Estratégia de Saúde da Família, 35 Equipes de Saúde Bucal e 18 Equipes Multiprofissionais.

CENTRO DE SAÚDE DA FAMÍLIA ALTA FLORESTA

CENTRO DE SAÚDE DA FAMÍLIA ALTO DA SERRA

CENTRO DE SAÚDE DA FAMÍLIA BELA VISTA

CENTRO DE SAÚDE DA FAMÍLIA BELVEDERE

CENTRO DE SAÚDE DA FAMÍLIA CHICO MENDES

CENTRO DE SAÚDE DA FAMÍLIA COLÔNIA CELLA

CENTRO DE SAÚDE DA FAMÍLIA CRISTO REI

CENTRO DE SAÚDE DA FAMÍLIA EFAPI

CENTRO DE SAÚDE DA FAMÍLIA ELDORADO

CENTRO DE SAÚDE DA FAMÍLIA GOIO-ÊN

CENTRO DE SAÚDE DA FAMÍLIA JARDIM AMÉRICA

CENTRO DE SAÚDE DA FAMÍLIA JARDIM DO LAGO

CENTRO DE SAÚDE DA FAMÍLIA LESTE

CENTRO DE SAÚDE DA FAMÍLIA LINHA CACHOEIRA

CENTRO DE SAÚDE DA FAMÍLIA MARECHAL BORMANN

CENTRO DE SAÚDE DA FAMÍLIA NORTE

CENTRO DE SAÚDE DA FAMÍLIA OESTE

CENTRO DE SAÚDE DA FAMÍLIA QUEDAS DO PALMITAL

CENTRO DE SAÚDE DA FAMÍLIA SAIC

CENTRO DE SAÚDE DA FAMÍLIA SANTA MARIA

CENTRO DE SAÚDE DA FAMÍLIA SANTO ANTÔNIO

CENTRO DE SAÚDE DA FAMÍLIA SÃO PEDRO

CENTRO DE SAÚDE DA FAMÍLIA SEDE FIGUEIRA

CENTRO DE SAÚDE DA FAMÍLIA SEMINÁRIO

CENTRO DE SAÚDE DA FAMÍLIA SUL

CENTRO DE SAÚDE DA FAMÍLIA VILA REAL

Comente com o Facebook