SDS lança Programa Secretaria Lixo Zero


Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News 

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (SDS), por meio da Coordenadoria de Segurança Alimentar e Nutricional, lança nesta segunda-feira, 6 de junho, o Programa Lixo Zero em alusão ao Dia Mundial do Meio Ambiente. O objetivo é ser uma secretaria lixo zero a partir de um Plano de Gestão de Resíduos Sólidos focado nas metodologias do Lixo Zero.

“Seremos a primeira Secretaria de estado a implantar o programa. Além de separarmos corretamente o lixo para reciclagem, também teremos uma horta orgânica. Os resíduos orgânicos gerados na sede devem virar adubo para as plantas através da compostagem”, explica o secretário de Estado do Desenvolvimento Social, João Batista Costa.

O objetivo é descartar os resíduos produzidos na sede da SDS de forma correta e em seis meses atingir a meta do Lixo Zero. A quantidade média de lixo gerada na SDS é de 20kg por semana. “Hoje o destino é basicamente o aterro sanitário, pois o material não está sendo separado para a coleta seletiva. A ideia é que somente 10% vá para o aterro sanitário, que são os não recicláveis como fio dental, papel higiênico, resíduos da varreção”, explica Arthur Rancatti, Coordenador de Segurança Alimentar e Nutricional.

O lançamento contou com a presença da primeira-dama do Estado, Késia Martins da Silva, no qual comenta a importância da iniciativa da SDS. “Transformar e preservar. Esse é o propósito! É muito importante ter essa conscientização sobre o lixo. Precisamos ter um olhar mais carinhoso para a sustentabilidade e a gestão correta dos resíduos sólidos”, exalta a primeira-dama Késia.

Todo o projeto funciona com base na participação dos funcionários da SDS. Cada setor terá três lixeiras num local específico e com indicação: recicláveis, compostáveis e não recicláveis. Também serão eleitos embaixadores do Programa Lixo Zero em cada setor. A eles cabe orientar os colegas para que o programa tenha sucesso. Todos serão capacitados pela Coordenadoria de Segurança Alimentar e Nutricional.

O Programa Lixo Zero da secretaria foi idealizado com base na necessidade de descarte adequado dos resíduos a partir do exemplo na própria sede. Cada brasileiro gera em média 1quilo de lixo por dia e o principal destino dos resíduos sólidos do nosso país são aterros e lixões. O Brasil perde mais de 10 bilhões de reais por ano por não reciclar seus resíduos sólidos, recurso que poderiam ser utilizados em outras áreas como saúde e educação.

“Cerca de 50% dos resíduos sólidos urbanos são orgânicos e podem ser transformados em adubo por meio da compostagem para garantir solo fértil e mais alimentos. Assim, fechamos o ciclo da nossa alimentação. Esse trabalho também servirá como ferramenta para a saúde ocupacional dos servidores”, explica Rancatti.

Participaram do evento o vereador da Capital e criador da Lei da Compostagem, Marcos José de Abreu, Marquito, a Embaixadora Instituto Lixo Zero Brasil, Graciane Corso e a professora Fabiana Nogueira Mina da EEB Aldo Câmara da Silva – 1ª Escola Lixo Zero do Brasil Certificada.

Confira a programação da Semana do Meio Ambiente

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Mais informações para a imprensa:
Fabiano Peres
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Desenvolvimento Social – SDS
Fone: (48) 3664-0916
E-mail: [email protected] 

Fonte: Governo SC

Comente com o Facebook