Sistema de água e esgoto de Itajaí é apresentado para acadêmicos da melhor universidade do mundo


O Município de Itajaí, por meio do Serviço Municipal de Água, Saneamento Básico e Infraestrutura (Semasa), apresentou na terça-feira (03) o sistema de água e esgoto da cidade em palestra para acadêmicos do Massachusetts Institute of Tecnology (MIT), na cidade de Cambridge, nos Estados Unidos. O convite da instituição americana foi feito oficialmente ao Semasa, em janeiro deste ano, pelo laboratório de inovação do MIT.

O diretor de Saneamento do Semasa, engenheiro sanitarista e ambiental, Victor Silvestre, ministrou a palestra na universidade americana para alunos da disciplina “Water, Sanitation, and Hygiene” (Água, Saneamento e Higiene). A apresentação foi organizada pela professora e engenheira ambiental, Susan Murcott, que há 12 anos leciona no instituto.

O MIT aparece em primeiro lugar no Ranking das Melhores Universidades do Mundo em 2022, conforme a renomada empresa britânica Quacquarelli Symonds, à frente de instituições como a Oxford (Reino Unido) e Harvard (Estados Unidos). “Como diretor no Semasa e professor, trata-se de experiência e reconhecimento únicos, que permitirão absorver conhecimento e trocar informações dentro da melhor universidade do mundo. Além disso, o interesse deles pelo nosso trabalho, por meio do convite para compartilhar os resultados e desafios que enfrentamos no saneamento, em uma das cidades mais importantes do Brasil, coroam uma trajetória de muito trabalho de toda a equipe”, disse Silvestre.

Durante a palestra, o diretor apresentou o Semasa, falou sobre a infraestrutura do tratamento de água e esgoto, números alcançados e os desafios reais do setor de saneamento no país. Ainda nos Estados Unidos, no dia 9 de maio, o diretor visitará o Department of Environmental Protection (Departamento de Proteção Ambiental), em Nova Iorque, no qual participará de reunião técnica na estação de tratamento de esgoto Newtown Creek, considerada a maior de toda a cidade, com vazão de 20,8m³/s, que representa 130 vezes a vazão atual da ETE Cidade Nova, de Itajaí. 

Comente com o Facebook