Em Mafra, Carlos Moisés visita comunidade ucraniana


 

O governador Carlos Moisés visitou no início da tarde desta segunda-feira, 2, a comunidade ucraniana em Mafra. Esteve na praça onde existe um monumento de um Tridente, que é o Brasão da Ucrânia, nas mesmas cores encontradas na bandeira, além de algumas mensagens de paz.

O chefe do Executivo foi também à Igreja Católica Ucraniana do Rito Bizantino, onde foi recepcionado por descendentes, representantes da Associação Ucraniana Catarinense Ivan Frankó e pelo grupo Folclore Ucraniano Vesná. O grupo, com roupas típicas, realizou a saudação de costume, com Pão e Sal, onde o Pão representa a vida e o Sal representa o sabor que a vida deve ter.

“A comunidade ucraniana tem toda nossa admiração e respeito. Toda solidariedade a esse povo tão querido que escolheu nosso estado para viver, construir família, fazer história, contribuindo para o desenvolvimento dos locais. E neste momento difícil pelo qual estão passando, oferecemos toda atenção e apoio. Percebemos claramente que quando o diálogo e a diplomacia deixam de existir resulta em guerra, que nada constrói. Por isso, infelizmente, vemos nossos irmãos ucranianos sofrendo. Isso faz com que reafirmemos o nosso compromisso de manter e trabalhar sempre pela paz”, disse o governador.

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

A presidente da Associação e vice-presidente da representação central Ucrâniana Brasileira por Santa Catarina, Lécia Maria Labas, solicitou ao governador para incluir no calendário oficial do Estado as comemorações de aniversário dos 130 anos da Imigração Ucraniana no Brasil, que seria realizada em 2021 e foi adiada devido à pandemia. Em Santa Catarina, a lei estadual 14.302, de 11 de janeiro de 2008, instituiu o Dia Estadual da Imigração Ucraniana, comemorado no dia 24 de agosto – em referência ao dia da Independência da Ucrânia, em 24 de agosto de 1991.

Lécia Maria Labas destacou que é a primeira vez que a comunidade recebe a visita do executivo estadual. “Isso é muito importante porque estreita e fortalece os laços. Aqui vive uma Ucrânia. Agradecemos ao governador pelas tratativas de apoio e por levar as nossas pautas ao Itamaraty, devido à agressão que a soberania ucraniana está sofrendo hoje. E também agradecemos as tratativas junto à Secretaria de Assuntos Internacionais sobre a eventual acolhida aos refugiados e ajuda humanitária. Somos muito gratos por esse olhar do Governo do Estado”, relatou.

Em terras catarinenses, preservando suas tradições, costumes, gastronomia, manifestações religiosas e artísticas, os imigrantes e seus descendentes mantêm viva a cultura ucraniana, contribuindo assim para o desenvolvimento socioeconômico e cultural do Estado, com maior força nas regiões do Planalto Norte e Litoral Norte, onde estão estabelecidas mais de 30 comunidades, em 11 municípios, com destaque para Papanduva, Santa Terezinha, Mafra, Itaiópolis, Canoinhas, Porto União, Três Barras e São Bento do Sul.

Na igreja, o pároco Padre Jaime Fernando Valus apresentou a paróquia e explicou sobre a celebração que é feita aos sábados e às quartas-feiras, na Língua Portuguesa, e aos domingos, no idioma ucraniano.

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Informações adicionais para a imprensa:
Elisabety Borghelotti
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação – Secom
E-mail: [email protected]
Fone: (48) 3665-3014
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

Fonte: Governo SC

Comente com o Facebook