Blumenau padroniza funcionamento e atualiza área de abrangência das unidades de saúde


Na próxima semana, a Prefeitura de Blumenau, por meio da Secretaria de Promoção da Saúde (Semus), passa a implementar mudanças na nomenclatura, horário de atendimento e área de abrangência das unidades de saúde do município. As alterações permitem a reorganização da Atenção Primária conforme modelo de referência do Ministério da Saúde (MS), sendo parte da consolidação da Estratégia de Saúde da Família (ESF) como forma prioritária de saúde básica no Brasil.

A medida possibilita a implantação de 50 novas Equipes de Saúde da Família, credenciadas pelo MS. Com isso, foi necessário um planejamento que durou meses e incluiu a reorganização de alguns serviços e o redimensionamento das áreas de abrangência das Unidades de Saúde da Família, adequado ao novo processo de trabalho e atendimento da população na lógica de ESF.

A partir da próxima segunda-feira, dia 4 de abril, os Ambulatórios Gerais (AG) passam a ser denominados Unidades de Saúde da Família (USF) e terão horário padronizado. A USF Haroldo Bachmann (USF Velha); USF Marilene G. de Aguiar (USF Escola Agrícola); USF Irmã Marta E. Kunzmann (USF Garcia); USF Mário Jorge Vieira (USF Fortaleza); USF Guilherme Jensen (USF Itoupava); USF Dr. Diogo Vergara (USF Badenfurt); e USF Heinz Schrader (USF Centro) passam a atender de segunda a sexta-feira, das 7h às 22h. Aos sábados, as USF Irmã Marta E. Kunzmann (USF Garcia) e USF Haroldo Bachmann (USF Velha) seguem atendendo das 7h às 12h.

Já as unidades de Estratégia Saúde da Família (ESFs) permanecem com a mesma nomenclatura e a partir do dia 2 de maio funcionam de segunda a sexta-feira, das 7h às 12h e das 13h às 16h, padronizando os horários. Antes desta alteração, os horários de atendimento das unidades diferiam entre si. 

O secretário interino Oscar Rautenberg explica a importância de padronizar os horários. “A organização dos horários da atenção básica leva em consideração fundamentos e diretrizes da atenção básica do Ministério da Saúde. Essa alteração nos permite melhorar a gestão das unidades como um todo, além de facilitar a organização de ações integradas promovidas entre Ambulatórios Gerais e unidades de Estratégia Saúde da Família”, salienta.

Ampliação do número de equipes
Com as alterações, Blumenau amplia de 66 equipes de ESF  para 116 Equipes de Saúde da Família, distribuídas em 58 estruturas físicas de Saúde da Família, possibilitando 100% de cobertura do território da cidade pela atenção básica. Destas 50 novas equipes, seis delas estão em cada um dos sete Ambulatórios Gerais e outras 7 em unidades de saúde já existentes, que terão o número de equipes ampliado ou readequado.

Novas equipes anexas às estruturas já existentes:

ESF ARMANDO ODEBRECHT III
Atenderá temporariamente na Rua Felipe Bauler, 2.155 – Itoupavazinha (anexo ao ESF Tereza Lescowitz)

ESF AUREA PFUETZENREITER II
Rua Bahia, 5.353 – Salto Weissbach

ESF WILHELM T SCHURMANN II
Rua Pérola do Vale, 377 –  Itoupava Central     

ESF VALERIO JOSE STEIL III
Rua João Pessoa, 1.858 – Velha     

ESF WALTER REITER II
Rua Guilherme Poerner, 1.280 – Velha

ESF WALTER REITER III
Rua Guilherme Poerner, 1.280 – Velha

ESF WALDEMAR FELSKI II
Rua General Osório, 660 – Velha 

Serviços oferecidos
As sete Unidades de Saúde da Família (USF) ofertarão serviços multidisciplinar com diversos atendimentos específicos de acordo com a necessidade dos usuários. Entre os profissionais que integram os locais estão médico clínico geral, dentista, enfermeiro, auxiliar técnico em enfermagem, auxiliar técnico em saúde bucal e agente comunitário de saúde. Como estes locais seguem sendo espaços de referência dentro das sete áreas mapeadas na cidade, os espaços contarão com assistente social, fonoaudiólogo, fisioterapeuta, farmacêutico, psicólogo, pediatra, endodontia e RX-Odonto.

Territorialidade atualizada
A Portaria Semus nº 870 atualiza, além do horário, a lista de ruas atendidas pelos sete AGs e pelas 66 unidades de ESF. O documento com 87 páginas teve alterações pontuais para redistribuir a população entre as unidades de saúde. Os usuários poderão consultar se houve mudança na unidade de referência acessando o link bit.ly/saudeblumenau.

A territorialização dos atendimentos é preconizada pelo Ministério da Saúde, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e serve para organizar os serviços de acordo com o território, ou seja, conhecendo o território, as equipes de saúde que atuam nos bairros podem elaborar estratégias para atender a população da localidade.

Assessor de Comunicação: João Vitor Korc

postada em 02/04/2022 10:30 – 9 visualizações

Fotos

Comente com o Facebook