Eskudlark votará pela redução de impostos ao setor de alimentos e bebidas


O deputado estadual Maurício Eskudlark (PL) defendeu mais uma vez na Assembleia Legislativa que os deputados derrubem o veto do Governo de Santa Catarina à proposta que concede redução na alíquota do ICMS de alimentos e bebidas.

Eskudlark, que participou de reuniões com o setor produtivo, cooperativas, industrias, bares e restaurantes nesta semana, defende que este é o momento ideal para reduzir a carga tributária. “Em 2021 aprovamos a redução do ICMS para alguns itens, e ela foi vetada pelo governador, conversamos com o governo para que a decisão seja revista”, afirmou.

Ainda de acordo com o deputado, o Estado está tento arrecadação recorde, o que é mais uma razão para ocorrer a diminuição dos impostos. “De que adianta o cofre do Estado estar cheio e o bolso e geladeira do cidadão vazias? Não temos que pensar somente em arrecadar, e sim achar formas de reduzir o custo de vida para a população que vem sofrendo com a inflação”.

Com a derrubada do veto e consequente diminuição dos impostos, o deputado entende que haverá um incentivo para a produção de leite e grãos, que são setores fortemente atingidos pela estiagem e alta dos preços. “Diminuindo estas tarifas teremos um custo menor para o consumidor e uma lucratividade maior para o produto”, disse Eskudlark

Bares e Restaurantes
Outro tema de intenso debate foi a redução do ICMS de 7%, que é cobrado atualmente, para 3%, equiparando assim ao imposto cobrados nos estados vizinhos do Paraná e Rio Grande do Sul. “Os bares e restaurantes foram setores fortemente atingidos na pandemia, e agora estão tendo outro desafio que é o aumento frequente da inflação, esta redução do ICMS é uma forma simples que temos de incentivar estes empreendedores que mesmo com todas as dificuldades mantém seus negócios abertos, gerando emprego e renda para a nossa população”, concluiu Eskudlark.

Comente com o Facebook