Em Concórdia, governador lança programas para aumentar a produtividade no campo


 

Para ampliar a produtividade e renda no meio rural catarinense, o governador Carlos Moisés, acompanhado do secretário da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Altair Silva, lançou o Programa Terra Boa 2022, durante a abertura da 16ª edição do Tecnoeste – Show Tecnológico Rural do Oeste de Santa Catarina, em Concórdia, na manhã desta terça-feira, 15. Além disso, o chefe do Executivo estadual anunciou mais investimentos para o Programa Reconstrói.

Na edicação deste ano, o Terra Boa terá um aporte maior de recursos. Serão R$ 105,2 milhões para apoiar a aquisição de sementes de milho, calcário, kits para melhoria de pastagens e do solo, além do incentivo à apicultura, à meliponicultura e ao cultivo de cereais de inverno. O aporte disponibilizado é 86% superior em relação a 2021.

::: Mais imagens na galeria 

Outro importante anúncio foi o Programa Reconstrói, com recursos de R$ 50 milhões para atender cinco mil agricultores. Eles terão acesso a financiamentos de até R$ 10 mil, sem juros e com cinco anos para pagar. Caso o pagamento seja feito em dia, há um desconto de 50%. Os valores são para recuperação de sistemas produtivos, neste momento, será para mitigar os efeitos da estiagem.

“O Governo do Estado nunca apoiou tanto nossos produtores rurais quanto agora. No Terra Boa, por exemplo, é o maior investimento já realizado. Isso mostra que temos a sensibilidade com o homem do campo, com quem produz, quem coloca a comida na mesa do catarinense, do brasileiro e porque não dizer do mundo. Temos diversos programas e avançamos em recursos próprios,” destacou.

O governador reforçou ainda que o Governo do Estado está investindo também na preservação das nascentes, além da perfuração de poços e a reservação de água. “São programas que vão auxiliar e manter a competitividade do agronegócio, que corresponde por mais de 70% das exportações catarinenses.”

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Terra Boa

O Programa Terra Boa irá incentivar a aquisição de 220 mil sacas de semente de milho; 430 mil toneladas de calcário; 4,4 mil kits forrageira; 600 kits apicultura e 2 mil kits solo saudável. Além disso, os produtores catarinenses contarão com o apoio do Governo do Estado para investir na produção de cereais de inverno.

A intenção é apoiar o cultivo de até 20 mil hectares de grãos que serão destinados para a fabricação de ração animal, bem como fomentar o cultivo de cereais de inverno para produção de silagem.

O secretário de Agricultura, Altair Silva, explicou que o aporte maior no Terra Boa possibilitará um aumento nas cotas disponíveis aos produtores rurais, o que deve ampliar o número de beneficiários.

“O Governo do Estado está fazendo investimentos históricos para apoiar os produtores rurais. Em 2022 pretendemos investir R$ 150 milhões para minimizar os impactos da estiagem. Todos os nossos programas são pensados para atender as principais demandas produtores para que juntos possamos construir um meio rural cada vez mais competitivo. O nosso muito obrigado ao governador Carlos Moisés por priorizar a agricultura e o homem do campo”.

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Reconstrói

A presidente da Epagri, Edilene Steinwandter, salientou que o Reconstrói é um programa já estruturado para atender aos produtores atingidos por qualquer evento extremo, condição climática adversa, neste momento a estiagem. “É importante que o agricultor busque a Epagri dos seus municípios para informações dos diversos programas do Governo do Estado.”

Oportunidade para o agricultor

O produtor rural Leandro Demarco, da comunidade Poço Rico, de Concórdia, colheu  em torno de 7 mil sacas de milho, em uma área de 68 hectares, no ano passado. Para o início do plantio, o agricultor contou com a ajuda do Programa Terra Boa do Governo do Estado, que disponibilizou recursos para a compra das sementes e também para o calcário.

“O programa é muito importante, faz toda diferença para quem trabalha no campo. Nem sempre o produtor tem os recursos disponíveis para comprar uma semente melhorada ou até mesmo para outros produtos. Trabalhamos muito para garantir que nossos filhos continuem na agricultura. E tudo que vem para auxiliar na produtividade e aumento de renda é um incentivo para o futuro. Hoje só temos a agradecer pelo apoio do Terra Boa”, disse Leandro.

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Mais tecnologia e produtividade com o Terra Boa

Milho
O Programa apoia a aquisição de sementes de milho de alto valor genético, o que gera um rendimento maior por hectare plantado e representa mais de 70% das sementes retiradas pelos produtores. O agricultor receberá até cinco sacos de semente e devolverá em sacos de milho no próximo ano, com o produto da colheita. O tipo de semente e o nível tecnológico definem a proporção de troca.

Calcário
Cada agricultor poderá retirar nas cooperativas até 30 toneladas de calcário, e devolverá no próximo ano com o resultado da colheita. Caso opte por retirar o calcário nas empresas mineradoras, o produto é gratuito.

Kit Forrageira
Cada kit é formado por mais de 80 produtos fornecidos a partir de um projeto técnico elaborado pela Epagri. O produtor pode pagar o investimento em três parcelas anuais, sem juros. Caso opte em fazer um pagamento único, no vencimento da primeira parcela, terá um desconto de 30% sobre o valor da segunda parcela e de 60% sobre o valor da terceira.

Kit Apicultura
O kit tem o valor de R$ 2,5 mil, e o produtor terá dois anos de prazo para pagamento, com parcela anual em juros, ou caso o produtor optar em adiantar o pagamento da segunda parcela para a mesma data de vencimento da primeira, este terá um desconto de 60% sobre o valor da segunda parcela. O Terra Boa contempla ainda o fornecimento de abelhas rainhas.

Kit Solo Saudável
O valor do kit é de R$ 2,5 mil e o produtor terá dois anos de prazo para pagamento, com parcelas anuais e sem juros, ou caso o produtor optar em adiantar o pagamento da segunda parcela para a mesma data de vencimento da primeira, este terá um desconto de 60% sobre o valor da segunda parcela.

Cereais de Inverno
A Secretaria aumentou ainda o subsídio dado aos produtores que optarem por cultivar cereais de inverno destinados à fabricação de ração. Cada agricultor receberá R$ 300,00 por hectare efetivamente plantado, em um limite de até 10 hectares.

Silagem de Inverno
Incentivar a produção de silagem de cereais de inverno (trigo, triticale ou centeio).

Tecnoeste – Show Tecnológico Rural do Oeste de Santa Catarina

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Com o tema “Gestão, qualidade de vida e sucessão na propriedade rural”, o Tecnoeste é realizado pela Copérdia e Instituto Federal Catarinense (IFC), reúne cerca de 300 expositores e deve receber mais de 30 mil pessoas.

Até o dia 17 de fevereiro serão apresentadas diversas inovações voltadas ao agronegócio, com ênfase nas áreas de agregação de valor, agricultura, avicultura, bovinocultura de corte e de leite, máquinas e equipamentos, meio ambiente, ovinocultura, piscicultura, reflorestamento, suinocultura, entre outros temas.

“Tecnoeste é uma grande feira. Uma oportunidade de conhecer novas tecnologias. Sabemos da pujança dessa região e, com certeza esse evento vem a contribuir ainda mais com o homem do campo”, destacou o governador.

Autoridades participam dos atos

O evento contou com a presença do prefeito de Concórdia, Rogério Pacheco; presidente da Alesc, Moacir Sopelsa, os deputados federais Celso Maldaner e Caroline De Toni; a vice-governadora Daniela Reinehr; o presidente da Fecoagro, Arno Pandolfo; os presidentes da Copérdia, Vanduir Martini; do Tecnoeste, Rudinei Spetker-Koter e Valdemar Bordignon; além da reitora de Administração do IFC, Sônia Regina Souza Fernandes e o presidente da Ocesc, Luís Vicente Suzin, entre outras autoridades.

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Informações adicionais para a imprensa:
Elisabety Borghelotti
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação – Secom
E-mail: [email protected]
Fone: (48) 3665-3014
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

Fonte: Governo SC

Comente com o Facebook