Chapecó realiza ação de conscientização sobre separação dos resíduos


A gerência de Saneamento da Secretaria de Infraestrutura de Chapecó realizou na manhã desta quarta-feira uma ação de conscientização sobre a forma correta de separação dos resíduos, em parceria com as associações de materiais recicláveis.

A ação foi na Avenida Getúlio Vargas, com faixas e abordagens aos motoristas e pedestres, ressaltando que o resíduo seco deve ser colocado no contêiner laranja e, o orgânico no contêiner verde.

São exemplos de material reciclável papel, papelão, vidro, caixa de leite, potes, plástico e até caixas de pizza sem sujeira. Importante que as caixas de leite, potes de iogurte ou plásticos sejam lavados e estejam secos. Segundo a gerente de Saneamento do Município, Graciela Heckler, o material úmido pode contaminar os demais materiais.

Por isso os resíduos úmidos, como restos de alimentos, erva-mate, café ou materiais sujos de gordura ou molhados, devem ir no lixo orgânico.

Graciela ressaltou que grande quantidade de vidro ou outros materiais como lâmpadas, pilhas, pneus, devem ser levados para um dos três Ecopontos, na Prefeitura, no Parque Tancredo Neves (Efapi) ou na Secretaria de Infraestrutura. Material de construção o limite é três bolsas, senão deve ser contratado um serviço particular.

Há um cronograma de coleta de galhos, no site da Prefeitura (www.chapeco.sc.gov.br) e no aplicativo Chapecó Digital. Para coleta de animais mortos deve ser acionado o Chapecó Digital ou então ligar nos telefones 49-3319-3600 ou 3614.

No sábado será realizada uma nova ação de conscientização, no bairro Vila Rica, abrangendo também o loteamento Colina Verde. A concentração será na Escola Básica Municipal Vila Rica. Além das faixas será realizada visita domiciliar de orientação com o apoio da CASAN e de 120 alunos da Unochapecó.

Outra ação prevista nesta semana é o Bota Fora, que será nesta quinta e sexta-feira, das 8h às 19h, nos bairros Universitário e Seminário. Nesta ação os moradores podem colocar móveis velhos, eletrodomésticos estragados e eletrônicos, em frente da casa, que um caminhão da Prefeitura passará para recolher os materiais. Em caso de chuva a ação passa para o dia seguinte.

Comente com o Facebook