Estaleiro e Estaleirinho terão Bandeira Azul hasteada novamente na temporada de verão


As praias do Estaleiro e Estaleirinho, em Balneário Camboriú, foram aprovadas pelo júri internacional do programa Bandeira Azul pelo quarto ano consecutivo. A Secretaria do Meio Ambiente do Município recebeu o resultado da avaliação do júri nesta sexta-feira (1º).

Na avaliação do júri internacional, não foram feitas sugestões ou solicitações de mudanças nos dois locais. Com a aprovação, as praias vão hastear a Bandeira Azul na temporada de verão 2021/2022. A estreia no programa foi na temporada 2018/2019. O selo internacional é concedido a praias e marinas que atenderam a uma lista de critérios ligados a questões ambientais e qualidade da água.

No início de 2017, Balneário Camboriú habilitou-se pela primeira vez a obter o certificado. As praias foram cadastradas na fase piloto do Bandeira Azul, e começou o trabalho para o cumprimento de todas exigências. Entre as ações para a conquista do certificado, estavam a formação do comitê gestor do programa, contratação de técnico especialista, análises de água, diagnóstico das praias e reuniões periódicas com a comunidade.

Outra frente de trabalho atuou na instalação e recuperação de equipamentos nas praias do Estaleiro e Estaleirinho. Estruturas como passarelas e decks, cerca de proteção da restinga e postos guarda-vidas passaram por reforma. Banheiro e chuveiros (ou lava-pés), novas lixeiras e placas informativas foram instaladas. Para envolver a comunidade e os banhistas, foram feitas ações de educação ambiental nas praias. O trabalho continuou ao longo dos últimos anos.

Sobre o Programa*

O Programa Bandeira Azul é um selo de caráter socioambiental reconhecido em todo o mundo. Foi criado pela Foundation for Environmental Education (FEE), uma instituição internacional com integrantes representando seus respectivos países. No Brasil, o Operador Nacional do Programa é o Instituto Ambientes em Rede (IAR).

As praias, marinas e embarcações inscritas no programa comprometem-se com o cumprimento de critérios propostos. Para ser certificada, a praia/marina/embarcação deve ser inicialmente aceita pelo Operador Nacional, recomendada pelo Júri Nacional e aprovada pelo Júri Internacional.

O Júri Internacional é composto pela Foundation for Environmental Education (FEE), United Nations Environment (UNE), United Nations World Tourism Organization (UNWTO), World Health Organization (WHO), International Union for Conservation of Nature (IUCN), European Union for Coastal Conservation (EUCC), International Lifesaving Federation (ILS), International Council of Marine Industry Associations (ICOMIA), European Environment Agency (EEA), United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization (UNESCO), World Cetacean Alliance (WCA) e European Network for Accessible Tourism (ENAT).

*Fonte: www.bandeiraazul.org.br 

_____________________

Secretaria do Meio Ambiente
(47) 3267-7080

Diretoria de Comunicação
Jornalista: Silvana de Castro
Foto: Arquivo PMBC
(47) 3267-7022

www.instagram.com/prefeituradebc 

FOTOS

Comente com o Facebook