Último episódio do podcast da Secretaria da Saúde aborda nutrição e saúde mental


Chocolate na quantidade certa ajuda no humor. Banana produz serotonina. Cebola, alho e chucrute são fontes de probióticos saudáveis para o intestino, parte do nosso organismo que está em contínua comunicação com o cérebro. Não há dúvidas de que a qualidade dos alimentos que ingerimos influencia diretamente numa vida mais saudável, tanto para o corpo como para a mente.

Nutrição e saúde mental é o tema do último episódio do Podcast da Secretaria da Saúde no Setembro Amarelo. Para discutir o assunto foram convidadas Adriana Schulz, especialista em nutrição e fitoterapia e Caroline Francieli Alceli, nutricionista em saúde coletiva e especialista em nutrição química.

Segundo Adriana, uma alimentação saudável pode garantir uma melhor saúde mental. “Porque a comida impacta no nosso cérebro, cognição e estado mental”, explica. A qualidade daquilo que se coloca no prato é determinante para um prognóstico melhor, diminuindo até a necessidade de medicamentos.

Pesquisas apontam que indivíduos que possuem um padrão de dieta saudável conseguem reduzir até 16% os riscos de transtornos depressivos. Já uma alimentação irregular, com o consumo predominante de produtos industrializados, pode acentuar os sintomas de doenças associadas à mente.

“A pessoa fica exposta a diversos problemas de saúde que podem levar a quadros extremos de obesidade ou de desnutrição e desencadear a ansiedade e depressão”, alerta Caroline. Isso porque o intestino tem ligação direta com o cérebro. “Para ter uma ideia desta influência, 90% da serotonina é produzida no intestino”, comenta.

A serotonina, somada à endorfina, oxitocina e dopamina, faz parte do chamado “quarteto da felicidade”, substâncias químicas naturais que agem no organismo e nos dão sensações de alegria e bem-estar.

“Você é o que você come, literalmente. Ou seja, uma boa receita é a melhor prevenção para os transtornos mentais”, finaliza Carolina.

O episódio desta semana está disponível na plataforma de streaming SoundCloud (https://bit.ly/PrefJoiSoundCloud). A série completa pode ser ouvida gratuitamente.

Comente com o Facebook