É a vez da EJA subir o Monte Serrat


Nesta segunda-feira, dia 20 de setembro, às 19 horas, a Prefeitura de Florianópolis, por intermédio da Secretaria de Educação, abre uma turma de Educação de Jovens, Adultos, e Idosos no Monte Serrat, o popular Morro da Caixa. Recentemente, a Prefeitura já havia aberto um polo da EJA no Morro do Mocotó.

Nesta turma do Monte Serrat já estão matriculados 22 estudantes entre 20 e 64 anos de idade. As aulas ocorrerão das 19h às 22 horas no auditório da igreja da comunidade, de segunda a quinta-feira.

A modalidade de ensino atenderá pessoas, a partir de 15 anos, que querem concluir o ensino fundamental. A Igreja Nossa Senhora do Monte Serrat fica na Rua General Viera da Rosa, 610.

O secretário municipal de Educação de Florianópolis reforça que a Prefeitura tem um compromisso com a garantia de direitos da população. “Entre eles, o de dar oportunidades para que todos possam retomar os estudos, que por algum motivo, foram deixados para trás. Nunca é tarde para aprendermos, para crescermos”, diz o professor Maurício Fernandes Pereira.

O polo da EJA no Monte Serrat é a 28ª localidade atendida pela modalidade de ensino em Florianópolis em 2021.

Os interessados em participar das turmas, podem se dirigir, no horário de aula, no salão da igreja para se matricularem. Podem entrar em contato também, para outros detalhes, com a Secretaria de Educação pelos telefones 3251-6102 ou 3212-0925.

Com um modelo pedagógico próprio que parte do interesse e das questões da vida real de cada estudante, estão sob a responsabilidade na Educação de Jovens, Adultos e Idosos, na Ilha e Continente, mais de 1.800 pessoas.

População empoderada

Padre Vilson Groh, morador do Monte Serrat, comanda o Instituto que leva o seu nome. A entidade se articula em rede com outras seis organizações sem fins lucrativos, para desenvolverem ações educativas e socioassistenciais nas periferias da Grande Florianópolis e em Guiné-Bissau, na África.

Para Vilson Groh, “precisamos agir para embalar sonhos, seja de um jovem ou de um idoso. A EJA é uma ponte para realizarmos o que desejamos”.  O religioso acredita que com essa modalidade de ensino, as pessoas do Monte Serrat ficarão mais empoderadas. “Terão mais forças e otimismo para seguirem em frente”, enfatiza.

 

 

 

Mocotó e Passarela da Cidadania

No dia 3 de setembro, em parceria com a Associação de Amigos da Criança e do Adolescente do Morro do Mocotó (Acam), duas turmas foram abertas.

Há aulas, das 14h às 17h, na terça, quinta e sexta-feira. No período das 19h às 21h, as atividades são desenvolvidas de segunda a quinta-feira.

Voltados para homens e mulheres com vulnerabilidade social, no dia 28 de junho passou a funcionar um polo na Passarela da Cidadania, uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação, Secretaria de Assistência Social e Movimento Nacional da População em Situação de Rua.


Comente com o Facebook