Governo do Estado e empresários de Tubarão formam grupo de trabalho para acelerar obras na cidade


Com mais de R$ 770 milhões em investimentos na infraestrutura no Sul de Santa Catarina desde 2019, o governador Carlos Moisés prestou contas sobre o andamento dos trabalhos na região, em reunião com empresários de Tubarão na sede da ACIT. Como resultado, ficou definida a formação de um grupo de trabalho com a participação do setor produtivo para que as obras realizadas em parceria com os municípios tenham agilidade.

De acordo com o governador, entre as prioridades para a cidade está a rodovia Ageu Medeiros, uma das maiores obras no radar do Governo do Estado, mas ainda pendente de ajustes em projetos:”A classe empresarial está muito presente e focada na resolução de problemas. Há muitas ações que não dependem só do Estado, por envolverem rodovias municipais. É o caso da Ageu Medeiros, da Ponte da Amizade. Há muita vontade nossa em ajudar para que esses entraves burocráticos nas cidades sejam superados. Temos pressa”, afirmou o governador.

Carlos Moisés também destacou a capacidade do Governo em investir e tirar do papel necessidades históricas. “A maioria das obras novas é de recursos do Estado, do catarinense, e não de financiamento. Isso mostra o resultado da gestão, mesmo com uma pandemia, mas sem deixar de dar frutos”, destacou.

Na avaliação do presidente da ACIT, Gean Carlo de Bom da Silva, “Saímos com essa demanda, formando um grupo de trabalho com o Estado e os municípios de Tubarão, Laguna e Capivari de Baixo, porque precisamos que as ações aconteçam de forma mais rápida. Com essa composição, a gente tem certeza que é assim que vai acontecer.”

Detalhamento das ações

Além de prestar contas sobre o andamento das obras, o Governo do Estado detalhou as estratégias que embasam as definições de prioridades nos investimentos. “Nossos convênios são para integração da região com Infraestrutura, conectando os municípios, e para fomento ao turismo”, afirmou o secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Vieira. “Uma necessidade para Santa Catarina é que a SC-108 precisa ser uma via totalmente pavimentada, paralela à BR-101, e todas as ligações entre as duas rodovias também precisam ser. Estamos trabalhando para isso”, expôs.

Vieira relatou o andamento de obras executadas pelo Governo do Estado, como a rodovia Ivane Fretta Moreira (Tubarão), projeto da ponte sobre o Canal de Laguna, acesso ao Aeroporto de Jaguaruna, Serra do Corvo Branco (Grão-Pará a Urubici), Serra do Rio do Rastro (Lauro Müller a Bom Jardim da Serra), Jorge Lacerda (Criciúma), SC-443 (Sangão), SC-442 (Cocal do Sul a Morro da Fumaça), SC-108 (Jacinto Machado a Praia Grande),  Serra do Faxinal (Praia Grande) e Anel de Contorno Viário de Criciúma.

Ele também destacou a situação de convênios, como a Ageu Medeiros (Tubarão), acesso ao Presídio de Tubarão, asfaltamento da Rodovia da Imigração Italiana (Pedras Grandes), desassoreamento e enrocamento da Barra do Camacho (Jaguaruna), da Rodovia Municipal Félix Simon (Treze de Maio), Jacob Westrup (Forquilhinha a Maracajá), ponte sobre o Rio Araranguá e acessos (Araranguá), Rodovia dos Trilhos (Içara), Ponte da Amizade (Tubarão a Capivari de Baixo), entre outros.

Na reunião, também estavam presentes o secretário executivo de Articulação Nacional, Lucas Esmeraldino, e o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Tubarão, Rafael Gomes Silvério.

Informações adicionais para a imprensa
Renan Medeiros
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação – SECom
E-mail: [email protected]
Fone: (48) 3665-3058 
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

Fonte: Governo SC

Comente com o Facebook