Homem acolhido na Passarela recebe oportunidade de emprego


Um homem que estava em situação de rua e foi acolhido na Passarela da Cidadania, recebeu uma oportunidade de emprego no local. Ele saiu do abrigo e está, atualmente, morando em um espaço alugado. Marco Antônio tem 50 anos e ficou na Passarela durante quatro meses. No local, ele passou a trabalhar como auxiliar de serviços gerais.
 
“É um prazer poder retribuir com trabalho e com o carinho que também ganhei como acolhido”, comenta.  
 
O trabalho desenvolvido na Passarela da Cidadania acontece por meio da Secretaria de Assistência Social, ONG Nurrevi, voluntários e doações da rede Solidária Somar Floripa. No local, além de refeições, pernoite, kits de higiene, doações de roupas e cuidados em saúde, os acolhidos podem fazer cursos profissionalizantes que auxiliam na reinserção profissional.


Comente com o Facebook