Técnico de tênis de mesa da S.R. Mampituba/FME Criciúma é convocado para os Jogos Paralímpicos de Tóquio


Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

O técnico da equipe de tênis de mesa da S.R. Mampituba/FME Criciúma, Alexandre Medeiros Ghizi, estará nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. A convocação do Comitê Paralímpico Brasileiro foi divulgada na tarde desta terça-feira (06). No tênis de mesa, a lista inclui 14 atletas, uma profissional de apoio, um coordenador técnico, uma fisioterapeuta e dois treinadores.

Esta será a segunda participação de Ghizi em Paraolimpíadas; a primeira experiência foi nos Jogos do Rio, em 2016. “Eu vinha participando dos treinamentos, mas não estava garantido na equipe. Na verdade, já tinha certeza que não seria convocado, então foi uma surpresa, mas uma surpresa boa. Gosto muito de estar com a Seleção e de representar o Brasil”, declara.

Os detalhes da viagem ainda não foram informados ao técnico, mas ele acredita que terá um período de treinamentos com a Seleção Brasileira Paralímpica de Tênis de Mesa, em São Paulo, provavelmente no fim de julho.

O passo seguinte, antes de chegar definitivamente a Tóquio, será um período de aclimatação na cidade de Hamamatsu, também no Japão. O momento servirá para que os atletas se adequem ao fuso horário local, aprimorem sua rotina e entrem no clima dos Jogos Paralímpicos, que serão realizados de 24 de agosto a 5 de setembro.

“Acredito que o Brasil está com uma equipe bastante forte (no tênis de mesa) e tem chance de medalha. De modo geral, o esporte paralímpico do Brasil é muito bom, estamos entre as 10 nações mais fortes no esporte paralímpico. Isso é motivo de muito orgulho, mas de responsabilidade também. Nos Jogos do Rio, ganhamos medalhas, então nossa responsabilidade é muito grande para Tóquio”, ressalta Ghizi.

Comente com o Facebook