Camboriú avança com a imunização contra H1N1 em Camboriú

A Secretaria de Saúde de Camboriú, por meio do Departamento de Vigilância Epidemiológica, informa que na quarta-feira, dia 9, inicia a terceira etapa da 23ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza (H1N1). Agora, chegou à vez de pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, forças de segurança e salvamento, formas armadas, funcionários do sistema de privação de liberdade, população privada de liberdade, adolescentes e jovens com medidas socioeducativas. A campanha segue até o dia 9 de julho.

De acordo com o coordenador do Departamento de Vigilância Epidemiológica, enfermeiro, Thiago Regiel Vilcinskas, estão sendo seguidas todas as orientações do Ministério da Saúde também para esta segunda etapa. “É importante lembrar que crianças com idade de 6 meses até 5 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes e puérperas, idosos com mais 60 anos de idade, professores, da rede pública e privada, e monitores em sala de aula, que ainda não foram imunizados também podem procurar a sala de vacinação da unidade de saúde mais próxima de sua residência”, reforça.

Fique atento:
Para receber a dose da vacina é necessário levar a carteira de vacinação e documento com foto. As pessoas que apresentarem sintomas (febre, dor no corpo e falta de ar) não podem ser vacinadas. Caso tenham testado positivo para Covid-19, é necessário aguardar 30 dias sem apresentar sintomas para que a imunização seja aplicada. A pessoa que foi imunizada contra a Covid-19 precisa aguardar pelo menos 14 dias após as duas doses da vacina para ser vacinada contra a Influenza.

Comente com o Facebook