Cerca de 12 mil alunos de Balneário Camboriú têm aulas on-line

Notícias de Balneário Camboriú - SC HOJE NewsA quarentena adotada no país para minimizar o contágio do coronavírus, transformou e criou novos e diferentes hábitos na sociedade. Um deles, e talvez o de maior impacto, é a suspensão das aulas presenciais nas escolas e universidades, regulamentada no estado de Santa Catarina por decreto e que vai até 31 de maio.

Diante disso, a Rede Municipal de Balneário Camboriú mantém, tanto na Educação Infantil como na Fundamental, aulas diárias on-line através da nova plataforma Google – Sala de Aula, disponibilizada para a Secretaria Municipal de Educação. O processo iniciado em 30 de março, já beneficia cerca de 12 mil alunos e engloba não só disciplinas da grade curricular, mas, também, os projetos do contraturno escolar.

Os pais e/ou responsáveis das crianças matriculadas nas escolas municipais receberam um acesso exclusivo para utilizar a Plataforma, que diariamente é alimentada pelos professores da rede municipal. O objetivo é manter o aluno em contato com as questões educacionais.

Além das aulas das disciplinas da grade curricular, essa senha da acesso às aulas dos projetos do contraturno escolar, como do Projeto Oficinas, com aulas de aulas de arte, música, tecnologia e cultura; Projeto Terra Limpa, que trabalha a conscientização ambiental e o Projeto Jovem Doutor, que trabalha com os alunos assuntos da atualidade.

Diante do prolongamento do isolamento social, a Secretaria de Educação de Balneário Camboriú reformulou o planejamento escolar do Ensino Fundamental, de forma a trabalhar de modo online os conteúdos que não exijam tanto a presença do professor.

“Desde meados de abril estamos trabalhando, nas vídeoaulas, conteúdos que não exijam tanto a presença do professor. Quando retornarmos ao modo presencial, ministraremos os conteúdos que necessitem mais da presença do professor junto ao aluno. Essa é uma forma que adotamos para mantermos em dia o conteúdo da grade curricular, sem prejudicar o ano letivo e muito menos o aprendizado”, registra a secretária de Educação, Rosangela Percegona Borba.

Contraturno
Projeto Oficinas
Nessas três semanas de atividades online, 2.500 alunos foram adicionados nas páginas do Projeto Oficinas e recebem, diariamente, aulas on-line nas 23 salas disponibilizadas. Canto, jazz, teclado, violão, ballet, artesanato, capoeira, robótica, línguas, xadrez e informática são algumas das categorias mais procuradas pelos estudantes.

Projeto Jovem Doutor
Trabalha com os alunos o assunto mais atuante: a pandemia de coronavírus. O objetivo nesse momento é levar informações consistentes sobre o coronavírus aos alunos participantes do projeto, permitindo assim que esses jovens tenham o pensamento crítico e que sejam multiplicadores do conhecimento científico e das noções de autocuidado em suas localidades.

Programa terra limpa
Com vídeos educativos e atividades on-line orientam sobre a necessidade de respeitar todo o ecossistema em que vivemos. O Programa Terra Limpa visa desenvolver ações que sensibilizem a criança, o jovem e a comunidade para a conservação e preservação do meio ambiente.

As ações do programa se dão por meio de palestras, assessorias, consultorias, campanhas ambientais, entre outras atividades. O Terra Limpa tem gestão compartilhada entre as secretarias do Meio Ambiente e de Educação.

Comente com o Facebook