Grupo de Proteção Ambiental já resgatou 44 animais este ano em Balneário Camboriú

    Um relatório da Guarda Municipal (GMBC), por meio do Grupo de Proteção Ambiental (GPA), já efetuou 44 resgates de animais que estavam vulneráveis/machucados nas vias de Balneário Camboriú, desde o início do ano. Deste total, 25 foram encaminhados à ONG Viva Bicho.

    Nesta quarta-feira (29), às 7h, a Guarda Municipal recebeu uma denúncia via central de ocorrências 153 de que uma residência no Bairro Ariribá teria dois cães adultos e filhotes em situação de abandono e maus tratos. A guarnição da Guarda Ambiental se deslocou até o endereço e se deparou com a casa aberta e com dois cães adultos (macho da raça Pitbul e uma fêmea da raça Fila Brasileira), além de seis filhotes, todos sem água e sem alimento. A cadela, muito debilitada, estava amamentando. Já o macho foi encontrado trancado em uma sacada da casa. Todos foram recolhidos e enviados à ONG Viva Bicho e registrado um Boletim de Ocorrência junto à Delegacia da Polícia Civil.

    ABRAÇO Animal

    O ABRAÇO Animal e o Grupo de Proteção Ambiental já possibilitaram o resgate de mais de 490 animais silvestres (machucados, vítimas de maus tratos, filhotes) e 405 cães e gatos em 2019. O programa ABRAÇO Animal completará um ano de formação em fevereiro e trouxe resultados positivos quando o assunto é proteger, resgatar e cuidar de animais que estão em situações vulneráveis.

    A ideia partiu do Conselho Municipal de Proteção Ambiental (COMPA), em parceria com a Prefeitura, por meio das Secretarias do Meio Ambiente e Segurança.

    Recomendação/Informação:

    Caso você encontre algum animal em situação de vulnerabilidade, machucado ou fora do seu habitat, recomenda-se ligar para a Central de Operações 153, o número da Guarda Municipal. Uma guarnição do Grupo de Proteção Ambiental da GMBC irá até o local da ocorrência, onde será feita a avaliação/constatação da denúncia.

    Comente com o Facebook