Obra do Emissário terá intervenção na Avenida Atlântica da Rua 2300 até Alvin Bauer em Balneário Camboriú

44

Iniciou nesta quinta-feira (26), uma nova intervenção da obra do Emissário Pressurizado de Esgoto Bruto de Balneário Camboriú em outro trecho da Avenida Atlântica – entre a Rua 2300 e a Avenida Alvin Bauer – cerca de 950 metros.

A execução inicia entre as Ruas 2300 e 2100, com a medição do asfalto e abertura da galeria para fazer uma conexão externa e continuar a instalação da tubulação de 710mm do emissário. Neste trecho o trânsito está em meia pista, com sinalização para orientar os motoristas.

No trecho entre a Rua 2300 e Alvin Bauer, diferente dos outros 75% da obra onde a rede do emissário foi instalada por dentro da galeria de drenagem da Avenida Atlântica, será feita por fora. Isso porque, neste trecho ocorre o afunilamento e a diminuição da sessão na altura da galeria, impossibilitando comportar adequadamente o emissário. “Como a galeria de drenagem sofre uma diminuição significativa nessa parte da Atlântica e para não interferir em seu pleno funcionamento, a equipe técnica da Emasa, junto com a empresa responsável pela obra optaram por fazer pelo método tradicional, por fora da galeria”, explica o diretor-geral da Emasa, Douglas Costa Beber.

Da extensão total do emissário feitos por dentro da galeria de drenagem, já foram instalados da Rua 3900 até a 2300 – 1.350 metros dos tubos de 710mm; e da Rua 2001 até a Avenida Alvin Bauer – 1.100 metros de tubulação de 450mm.

Obra Rua 3700

Durante essa semana, a obra na Rua 3700 segue da Rua 3704 até 3708, que está com o trânsito totalmente interrompido, com acesso apenas para moradores. Da Avenida Atlântica até a Rua 3702 o serviço foi concluído, com a colocação de lajotas provisoriamente, para compactação do solo e liberação do trânsito apenas para moradores.

A interligação do Emissário com a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) pela Rua 3700 compreende a extensão total de 500 metros, mas pela complexidade da obra é executada por trechos. “Tanto pela necessidade de rebaixamento do lençol freático, como para causar menos impacto ao trânsito, a execução é feita por etapas”, destaca o gerente de Obras da empresa responsável pelo Emissário, engenheiro Ricardo May.

Sobre o Emissário

O Emissário Pressurizado de Esgoto Bruto é uma das ações realizadas pela Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa), do pacote de medidas que irá contribuir com a revitalização do Rio Marambaia. Compreende 4.748m de extensão e será construído da Rua 2001 (Barra Norte), com duas interligações entre as elevatórias da Rua 2001 e da Avenida Alvin Bauer, e outra interligação até a Estação de Recalque da Rua 3700 (Barra Sul – embaixo da ponte do Rio Camboriú), levando toda a contribuição para a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), do Nova Esperança.

A empresa executora da obra para implantação do Emissário Pressurizado de Esgoto Bruto, é a SK Tecnologia Subaquática – EIRELI. O prazo de execução são 120 dias e o valor licitado da obra é R$ 1.525.673,04. A licitação dos materiais ocorreu separada, com custo de R$ 3.248.789,24. O valor total ficou em R$ 4.774.462,28.

Comente com o Facebook