Balneário Camboriú registra quase 60 casos autóctones de dengue

Em meio à pandemia do novo coronavírus, outra doença preocupa a Secretaria de Saúde de Balneário Camboriú. Até esta segunda-feira (27), foram registrados 57 casos de dengue autóctones, 20 casos indeterminados e foi detectado um caso importado de Chikungunya. Além disso, Balneário Camboriú está entre os municípios de Santa Catarina com alto índice de infestação pelo mosquito Aedes Aegypti, são 562 focos confirmados.

Para evitar que estes números aumentem, os agentes de combate às endemias realizam visitas nos imóveis e terrenos do município. Até o mês de março foram realizadas 23.445 visitações. Outra atividade que o Programa de Combate à Dengue realiza é a aplicação de inseticida, conhecido como “fumacê”. Vale ressaltar que este veneno é utilizado somente na região que possui casos confirmados da dengue.

Nesta semana, os profissionais estão nos Bairros Centro, Iate Clube, Municípios e Vila Real. É importante que a população receba os agentes nos seus imóveis, que estão devidamente equipados com os Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) para a segurança dos cidadãos. Além disso, os moradores devem ajudar a eliminar os criadouros do mosquito, ou seja, evitar o acúmulo de água, já que estes são locais propícios para a criação deste inseto. Veja algumas dicas:

– Coloque areia nos pratos ou deixem sem pratos;
– Piscinas devem ser mantidas limpas o ano todo;
– Telar os ralos;
– Recolher e acondicionar o lixo em local coberto;
– Cisternas e reservatórios devem ser mantidos fechados.

Comente com o Facebook