Reunião ampliada discute agilidade para implantação do CAR no estado

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Assunto foi discutido em reunião conjunta de duas comissões da Alesc, na tarde desta quarta-feira (26)
FOTO: Solon Soares/Agência AL

Continua após o anúncio

A necessidade de agilidade na conclusão da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR) em Santa Catarina foi o tema de uma reunião conjunta das comissões de Agricultura e Desenvolvimento Rural e de Turismo e Meio Ambiente, realizada na tarde desta quarta-feira (26), na Assembleia Legislativa. Participaram do encontro representantes do governo estadual e da região do Alto Vale do Itajaí.

A reunião foi solicitada pelos presidentes das duas comissões, os deputados Marquito (Psol) e Altair Silva (PP). Eles receberam informações sobre as dificuldades na implantação do CAR e dos problemas que isso já tem causado a alguns produtores rurais.

Continua após o anuncio

“É uma angustia que milhares de agricultores vivem hoje”, disse Marquito. “Nosso objetivo com essa reunião ampliada foi debater como podemos ajudar nessa questão.”

O CAR consiste no registro público eletrônico nacional (Siscar) obrigatório para todas as propriedades rurais do país, com a finalidade de consolidar as informações ambientais visando a ações de combate ao desmatamento, preservação de áreas ambientais, recuperação de passivos ambientais, além de proporcionar aos agricultores alternativas de renda como o pagamento por serviços ambientais e o uso e manejo sustentável.

Continua após o anúncio

O deputado Altair Silva relatou que bananicultores estão com dificuldades para acessar linhas de crédito em função do atraso no CAR. Ele é autor de um projeto de lei (PL) que inclui a Secretaria de Estado da Agricultura e Pecuária (SAR) entre as executoras para a implementação do cadastro, sob responsabilidade do Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA-SC).

“A gente sabe da dificuldade que o IMA tem para atender as demandas que já existem. Precisamos encontrar saídas para que os produtores sejam atendidos e não fiquem sem acesso a crédito”, disse Altair.

Decreto
De acordo com o representante Hilário Gottselig, representante da SAR na reunião, o Estado trabalha na elaboração de um decreto para uma gestão compartilhada do cadastro entre a secretaria, a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Economia Verde (Semae) e o IMA, visando justamente agilizar a conclusão do CAR.

“Isso nos trará uma maior segurança jurídica”, disse. “O Estado de São Paulo também fez isso e é um dos estados onde a questão do CAR avançou mais depois dessa mudança.”

Segundo Gottselig, Santa Catarina conta com 395 mil cadastros realizados, mas que ainda não foram validados. Desse montante, 160 mil devem ser validados de forma mais ágil, enquanto outros 190 mil têm problemas diversos, mas que podem ser solucionados. Outros 45 mil cadastros apresentam inconsistências complexas, que demandariam mais tempo para solução.

“Nosso agricultor está protegendo o meio ambiente, não recebe nada por isso e se não cuidar direito, será preso. É um desafio enorme para o nosso estado”, afirmou. “A falta do CAR faz, por exemplo, que nossos pequenos agricultores, que são a maioria, paguem até 1% a mais de juro na carteira agrícola. Tem setores que poderão ter problemas para exportação.”

O procurador do Estado Josevan Carmo da Cruz Júnior, que atua no IMA, explicou que o decreto estadual está em fase de elaboração. A expectativa é que ele seja finalizado nas próximas semanas.

“O nosso desafio é fazer com que não tenhamos, por conta das diversas competências dos órgãos envolvidos, uma burocracia que dificulte os trabalhos de campo”, afirmou o procurador. “Há um avanço para que se consiga dar segurança jurídica nessa questão. A idéia é ter uma governança estruturada na gestão do cadastro. A SAR tem uma capilaridade que o IMA e o Semae não têm.”

Exemplos
A Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí (Amavi) apresentou, durante a reunião, um sistema de reserva ambiental desenvolvido pela associação em 2009 e que foi adaptado para o CAR. Graças a esse trabalho, segundo Paulo Roberto Tschumi, representante da associação, 90% da área da região está cadastrada. Ele colocou a associação à disposição do Estado para atuar como parceira da implementação do CAR.

O município de Atalanta, situado no Alto Vale do Itajaí, foi um dos primeiros do país a atingir 100% de propriedades cadastradas. O prefeito Juarez Rodermel apresentou o exemplo do município durante a reunião.

Também participaram do encontro desta quarta os deputados Oscar Gutz (PL) e Massocco (PL), o representante do IMA, Diego Hemkemeier; Carolina Schäffer, da diretoria da Associação de Preservação do Meio Ambiente e da Vida (Apremavi), e Diego Martins, da Amavi.

Marcelo Espinoza
Agência AL

Fonte: Agência ALESC

Continua depois do anúncio: FP

Redação SC Hoje
Redação SC Hoje
Da redação do Portal SC Hoje News. DÊ SUA OPINIÃO SOBRE A QUALIDADE DO CONTEÚDO QUE VOCÊ ACESSOU. Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e envie sua mensagem por e-mail [email protected] ou pelo WhatsApp 48 99208.8844

Leia Mais

Previsão do Tempo

Balneário Camboriú
nevoeiro
15.3 ° C
15.9 °
15 °
97 %
2.1kmh
100 %
qui
22 °
sex
21 °
sáb
22 °
dom
21 °
seg
17 °

Mais Lidas

-PUBLICIDADE-