- PUBLICIDADE GOOGLE-

Moção de Naatz reforça proposta de uso do Complexo do Sesi pelos clubes de Blumenau

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Deputado Ivan Naatz (PL): Esforços conjuntos pela liberação do Complexo do Sesi
FOTO: Vicente Schmitt/Agência AL

Continua após o anúncio

O plenário da Assembleia Legislativa aprovou uma Moção de Apelo, de autoria do deputado estadual Ivan Naatz (PL), que está sendo encaminhada à direção da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc) e à direção da Confederação Nacional da Indústria (CNI) no sentido da liberação do Complexo Esportivo do Sesi de Blumenau para a disputa de jogos de futebol do Campeonato Catarinense da Série B.

A moção reforça as propostas que vêm sendo feitas pela direção dos clubes Atlético Metropolitano e Blumenau Esporte Clube (BEC), incluindo possibilidade de aluguel do estádio e assumindo obras de adequação às exigências da Federação Catarinense de Futebol.

Continua após o anuncio

“Enfatizamos também a necessidade de uma rápida decisão neste sentido já que o tempo é exíguo devido ao início do campeonato estar previsto para o dia 26 de maio próximo”, destacou Naatz, observando ainda aos dirigentes das instituições o fato de que a inexistência de estádios de futebol adequados no município obriga os clubes a disputarem as partidas fora da cidade, em distâncias de mais de 70 quilômetros, como no caso de Ibirama.

Em vias de municipalização desde julho de 2022, quando o Conselho Nacional do Sesi autorizou a venda do complexo de Blumenau à prefeitura mediante um valor definido da ordem de R$ 31,3 milhões, o assunto já foi objeto de duas audiências públicas, uma no ano passado por iniciativa do deputado Ivan Naatz, e outra em março último pela Câmara de Vereadores.

Continua após o anúncio

O deputado também é autor de uma emenda ao orçamento estadual no valor de R$ 30 milhões para viabilizar a compra, mas que acabou vetada pelo governo por questões técnico-contábeis. Naatz garante, porém, que continuam negociações junto ao governo para a busca de alternativas conjuntas com a prefeitura neste sentido.

Fonte: Agência ALESC – Gabinetes

Continua depois do anúncio: FP

- CONTEÚDO PROMOVIDO -

Veja Mais