- PUBLICIDADE GOOGLE-

Livro de pesquisadores da Udesc traz acervo do Museu Histórico de Santa Catarina

Autores da obra Acervos e Coleções: Museu Histórico de Santa Catarina – Palácio Cruz e Sousa durante o lançamento – Foto: Divulgação

O acervo do Museu Histórico de Santa Catarina (MHSC) e suas coleções foram registradas em uma obra lançada na noite desta quarta-feira, 20, de autoria de Sandra Makowiecky, professora da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc); Marco Antônio Baptista, doutorando em Artes Visuais também na Udesc; Márcia Regina Escorteganha e Eugenio Pelegrin.

Continua após o anúncio

Este é o primeiro catálogo que documenta as obras do museu. “Assim, essa é a ideia que norteou esta publicação, elaborar um catálogo com as coleções, sobretudo, de obras de arte como pinturas, desenhos e esculturas. Os catálogos podem ser utilizados como referência didática para uso em sala de aula ou, ainda, como ferramenta de pesquisa acadêmica”, afirmam os autores.

Além de documentar o conteúdo do acervo ou coleção de um museu, o catálogo pode também oferecer um contexto e guia para como o trabalho deveria ou poderia ser interpretado.

Continua após o anuncio

O MHSC, localizado atualmente no Palácio Cruz e Sousa, no centro de Florianópolis, foi criado em 1979 sob a Lei no 5.476, durante o governo de Jorge Bornhausen. A primeira sede foi o edifício da Alfândega, onde hoje está o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan-SC). A mudança para o Palácio Cruz e Sousa aconteceu em 1986.

Sobre os autores

Continua após o anúncio

Sandra Makowiecky é professora de Estética e História da Arte do Centro de Artes, Design e Moda da Udesc, no Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais (PPGAV), na linha de Teoria e História da Arte. É membro da Associação Internacional de Críticos de Arte (Aica) – seção Brasil e da Associação Nacional de Críticos de Arte (ABCA), da qual é presidente na gestão 2022-2024.

Membro do Comitê Brasileiro de História da Arte, da Associação Nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas (Anpap) e do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina (IHGSC). É coordenadora do Museu da Escola Catarinense (Mesc), da Udesc, de abril 2012 a abril de 2024. Sua produção se concentra em arte produzida em Santa Catarina e em metodologia e epistemologia da história da arte.

Marco Antônio Baptista, nascido em Santo Ângelo /RS, reside e trabalha na capital catarinense como professor e pesquisador na área de artes, com ênfase na linguagem da pintura. Concluiu a graduação em Pintura pela Escola de Belas Artes (EBA) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) em 2009, e posteriormente especializou-se em Cinema e Linguagem Audiovisual pela Universidade Estácio de Sá em 2016.

Concluiu o mestrado em Artes Visuais na Udesc em 2020, sob orientação de Sandra Makowiecky, onde prossegue com seu doutorado na mesma linha de pesquisa, focado no estudo do acervo de pinturas do Museu Histórico de Santa Catarina, colaborando para a pesquisa e divulgação dessas obras, além de reforçar sua contribuição à preservação e promoção do patrimônio cultural. Além de sua carreira acadêmica, Marco Baptista tem histórico de participação em exposições de arte, tanto individuais quanto coletivas nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Rio de Janeiro. No setor educacional, leciona artes para o ensino fundamental e médio na rede privada de ensino.

Márcia Regina Escorteganha é conservadora-restauradora no Museu Histórico de Santa Catarina – Palácio Cruz e Sousa. Doutora em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (Ufsc) e pelo IERP na França, possui mestrados na Europa em Gestão e Valorização de Paisagens Culturais e Sistemas de Sítios Patrimoniais. Atualmente, está focada em seu pós-doutorado na UFSC. Com graduações em Educação Artística e Arquitetura e Urbanismo, possui habilidades em conservação e restauração, demonstrando um compromisso contínuo com a preservação do patrimônio cultural.

É membro do Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Santa Catarina (CAU-SC), da Associação Catarinense de Conservadores-Restauradores (ACCR), da American Alliance of Museums (AAM) e do Bouclier Bleu, na França. Integra o International Council on Monuments and Sites (Icomos) no Brasil desde 2012. No período de 2012 a 2016, atuou como conselheira setorial de patrimônio imaterial no Conselho Nacional de Políticas Culturais (CNPC), abrangendo também o setorial de arquitetura e urbanismo. Desde 2017, faz parte do Conselho de Cultura do Município de Florianópolis (CCMF) e, entre 2013 e 2015, integrou a Comissão de Avaliação do Patrimônio Cultural Imaterial Municipal, bem como a Comissão de Avaliação do Patrimônio Cultural Imaterial do Estado de Santa Catarina entre 2012 e 2013, ambas ligadas à Secretaria de Cultura do Município de Florianópolis e à Fundação Catarinense de Cultura, respectivamente.

Eugenio Pelegrin tem formação em Museologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (Ufsc). Atualmente, realiza serviços de museologia e conservação preventiva na Fundação Hassis. Durante seu período como estagiário no Museu Histórico de Santa Catarina (MHSC) – Palácio Cruz e Sousa, de 2018 a 2020, destacou-se por sua participação ativa em procedimentos de conservação preventiva e curativa dos acervos museológicos, contribuindo para a preservação dos bens e obras do acervo permanente. Sua atuação foi fundamental no levantamento documental e diagnóstico dos acervos para o projeto de inventário do museu, sob orientação da responsável pelo projeto, resultando em um relatório final abrangente.

Assessoria de Comunicação da Udesc
E-mail: [email protected]
Telefones: (48) 3664-7935/8009

Fonte: Governo SC

Continua depois do anúncio: FP

- CONTEÚDO PROMOVIDO -

Veja Mais