- PUBLICIDADE GOOGLE-

Secretaria de Estado da Agricultura e Pecuária cria seis novas câmaras setoriais

Foto: Divulgação / SAR

Seis novas câmaras setoriais serão criadas na Secretaria de Estado da Agricultura e Pecuária (SAR). A aprovação ocorreu na 177ª reunião do Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural, realizada na última segunda-feira, 18. Foram aprovadas as câmaras de Agroinovação; Ovinocultura e Caprinocultura; Bebidas Artesanais; Turismo Rural; Pecuária de Corte e das Palmáceas. Com isso, totalizam 33 câmaras setoriais na estrutura da SAR.

Continua após o anúncio

As câmaras têm objetivo de discutir a cadeia produtiva, aprofundar os debates e sugerir políticas públicas. “Nosso estado tem produção marcada pela diversificação das propriedades, e todo esse potencial merece e precisa ser valorizado. As câmaras setoriais são mais um espaço de diálogo, para que as nossas ações correspondam aos anseios de quem vive na atividade”, afirma o secretário de Estado da Agricultura e Pecuária, Valdir Colatto.

As câmaras são formadas por um representante titular e um suplente por entidade, em uma composição paritária entre sociedade civil e governo, com a coordenação da Secretaria de Estado da Agricultura e Pecuária.

Continua após o anuncio

:: Mais sobre cada uma delas

  • Câmara Setorial da Agroinovação: tem o propósito de impulsionar a inovação, contribuir para a competitividade global do agronegócio, posicionando o estado como referência em práticas agropecuárias avançadas. 
  • Câmara Setorial da Ovinocultura e Caprinocultura: considera que a cadeia produtiva de ovinos catarinense tem notoriedade no mercado nacional e grande potencial para exportação. É uma importante atividade econômica para diversificar a agropecuária em Santa Catarina, e que ao incentivar o desenvolvimento do setor, contribui para manutenção da agricultura familiar e para a segurança alimentar.
  • Câmara Setorial das Bebidas Artesanais: faz referência a um importante motor da economia de Santa Catarina, que gera emprego, renda e impulsiona o desenvolvimento regional. Segundo dados da Associação Brasileira de Cerveja Artesanal (Abracerva), em 2022, o setor de bebidas artesanais empregou diretamente 22 mil pessoas e movimentou cerca de R$ 1,5 bilhão no estado. No ano de 2022 registrou um crescimento de 20% em relação ao ano de 2021.
  • Câmara Setorial do Turismo Rural: busca valorizar a forte presença desse setor no agronegócio, destacando as práticas sustentáveis, os produtos e serviços locais, promovendo a economia agropecuária e mais renda.
  • Câmara Setorial da Pecuária de Corte: considera o desenvolvimento sustentável e o crescimento econômico proporcionado por esse setor, responsável pela viabilidade de muitas propriedades rurais. Destaca-se a contribuição para preservação ambiental e o incentivo para práticas de produção como o Programa Novilho Precoce.
  • Câmara Setorial das Palmáceas: é levado em consideração que a cadeia produtiva de palmito tem grande relevância social, ambiental e econômica para o estado. Segundo dados do Censo Agropecuário 2017 (IBGE, 2017) SC é o segundo produtor nacional de palmáceas. Esse setor que envolve a exploração de palmito e polpa impacta a economia. Inclui comércio de produtos agroindustriais como conservas, mudas e sementes, e o fortalecimento da economia em áreas rurais.

Informações à imprensa:
Andréia Cristina Oliveira
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Agricultura e Pecuária
[email protected]
Fone: (48) 3664-4393

Continua após o anúncio

Fonte: Governo SC

Continua depois do anúncio: FP

- CONTEÚDO PROMOVIDO -

Veja Mais