- PUBLICIDADE GOOGLE-

Trabalhadores de Unidades Básicas de Saúde recebem informações sobre a Nova ETE Potecas

Com o desenvolvimento de um Projeto Socioambiental na região das obras da nova Estação de Tratamento de Esgoto de Potecas, em São José, a CASAN realizou mais uma reunião com a comunidade.

Desta vez o público-alvo foi formado por trabalhadores da Unidade de Saúde Ceniro Martins, no bairro Forquilhas, e da Unidade Básica Parque, que receberam informações e puderam esclarecer dúvidas.

Continua após o anúncio

As reuniões periódicas também acontecem em Associações de Moradores, Escolas e Centros de Referência de Assistência Social. Além disso, moradores do entorno das obras estão recebendo visitas de casa em casa.

O objetivo é estimular o diálogo entre moradores e profissionais que vivem e trabalham no entorno da unidade. O Projeto Socioambiental também busca levar informações sobre a importância do saneamento para a qualidade de vida, a saúde pública e a conservação do ambiente.

Continua após o anuncio

Na reunião com profissionais de saúde foi apresentado o plano de gestão ambiental das obras, o projeto da nova Estação de Tratamento de Esgoto e seus benefícios.

“As expectativas são as melhores. Principalmente se mais tarde for possível que a população use esse espaço. Nosso bairro é muito desvalorizado, mas esperamos que essa nova estação venha para agregar e trazer coisas boas”, disse a agente comunitária Silvia de Moraes, da UBS Ceniro Martins.

Continua após o anúncio

A nova estação vai substituir as lagoas de estabilização com tecnologia avançada para garantir a qualidade do efluente tratado e o controle de odores. Para Silvia, que vive no bairro Potecas, essa melhoria será muito importante para a vida dos moradores. “A gente trabalha na rua também, então sente bastante odor, e os próprios pacientes falam”, complementou durante o encontro.

Na nova unidade o esgoto será tratado em sistema de lodos ativados por aeração prolongada, com controle de odor e remoção complementar de fósforo, o que vai garantir maior qualidade do efluente final.

O investimento previsto é de R$ 270 milhões, para atendimento de uma população de 328.494 habitantes na primeira etapa, podendo chegar a 437.992 com ampliação das redes de coleta. Moradores da parte continental de Florianópolis e de São José serão beneficiados.

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Fotos: Acervo CASAN

Fonte: Governo SC

Continua depois do anúncio: FP

- CONTEÚDO PROMOVIDO -

Veja Mais