- PUBLICIDADE GOOGLE-

Dengue em SC: Estado recebe visita técnica do Ministério da Saúde

A pedido da Secretaria de Estado da Saúde (SES), o Ministério da Saúde esteve em Santa Catarina entre os dias 12 e 14, para auxiliar nas atividades de enfrentamento diante do cenário de transmissão de dengue. Profissionais da SES acompanharam a visita técnica em Joinville. Além dos representantes estaduais e do governo federal, participaram das atividades, técnicos do município.

O plano de trabalho do grupo, formado pelos três níveis de gestão do SUS, foi avaliar principalmente os diversos pontos da rede de assistência para dengue e fazer recomendações com o objetivo de evitar mais casos graves e óbitos pela doença, no município e região.

Continua após o anúncio

“É um momento de troca de conhecimento que tem como principal meta evitar mortes por dengue. O que for diagnosticado aqui, serve também de embasamentos para outros municípios do estado”, explica João Augusto Brancher Fuck, diretor de Vigilância Epidemiológica de SC.

Essa é mais uma ação da SES diante do aumento do número de casos no Estado e que se somam a várias atividades que foram realizadas desde 2023, como a criação do plano de contingência.

Continua após o anuncio

“Nós iniciamos várias ações no ano passado e que permanecem até hoje. Já vimos que apesar do número de casos duplicar de 2022 para 2023, o número de óbitos não aumentou na mesma proporção. Isso mostra que as ações surtiram resultado, mas sempre é necessário avaliar o que precisa ser melhorado, sair das nossas caixinhas para buscar a integração com outras áreas. Em conjunto com os municípios, podemos qualificar, cada vez mais, as ações de enfrentamento à dengue”, destaca Carmen Zanotto, secretária de Estado da Saúde.

O superintendente de Vigilância em Saúde de Santa Catarina, o médico infectologista, Fábio Gaudenzi, também reforça que é necessário intensificar as ações de controle do mosquito Aedes aegypti. “Com o controle do vetor, vamos reduzir os casos positivos e por meio do manejo adequado vamos diminuir os casos graves, desde a atenção primária até as unidades de internação”, o médico ainda completa que desde o primeiro momento que o paciente inicia com os sinais e sintomas de dengue, a hidratação é essencial.

Continua após o anúncio

Febre, dor de cabeça, dores musculares e nas articulações, dor atrás dos olhos e manchas vermelhas na pele. Esses são os principais sintomas da dengue. Dor abdominal intensa e contínua, vômitos persistentes, queda de pressão e sangramento de mucosas já são sinais de alarme, indicando a necessidade de procura imediata do serviço de saúde.

A hidratação é uma das principais medidas de tratamento, por isso, as pessoas que apresentam os sintomas da dengue, devem beber muita água desde o aparecimento dos primeiros sintomas e mesmo durante o momento da espera pelo atendimento.

Informações adicionais para a imprensa:
Amanda Mariano / Bruna Matos / Patrícia Pozzo
NUCOM – Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive)
Secretaria de Estado da Saúde
Fone: (48) 3664-7406 | 3664-7402
E-mail: [email protected]
www.dive.sc.gov.br
Instagram: @divesantacatarina
Facebook: /divesantacatarina.

Fonte: Governo SC

Continua depois do anúncio: FP

- CONTEÚDO PROMOVIDO -

Veja Mais