- PUBLICIDADE GOOGLE-

Com trabalho e esforço contínuos, Estado realiza quase 5 mil cirurgias oftalmológicas nos primeiros meses do ano

Os desafios relacionados ao aparelho da visão podem causar sérios impactos na qualidade de vida dos pacientes, podendo, em casos extremos, levar à cegueira. Reconhecendo a importância do acesso rápido e eficaz aos tratamentos oftalmológicos, o Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), tem intensificado seus esforços para ampliar a oferta de procedimentos a pacientes afetados por doenças oculares.

O ano de 2024 começou com uma série de mutirões focados em procedimentos de catarata e pterígio, abrangendo todas as regiões do Estado. Em janeiro, 1658 pacientes foram beneficiados, seguidos por mais 3277 em fevereiro. No mês de março está programado o atendimento a mais 2551 pacientes, demonstrando o compromisso contínuo do Estado em fornecer cuidados oftalmológicos abrangentes e eficientes.

Continua após o anúncio

As cirurgias oculares são realizadas em ambientes ambulatoriais, geralmente com duração de aproximadamente 40 minutos, garantindo uma recuperação ágil. A SES tem trabalhado em estreita colaboração com os prestadores de serviços para integrar esses procedimentos às rotinas das unidades de saúde, evitando a dependência exclusiva de mutirões e reduzindo o tempo de espera dos pacientes.

“A nossa meta é estabelecer uma cultura em que esses atendimentos ocorram de maneira contínua, garantindo que os pacientes recebam o tratamento adequado no menor tempo possível”, destaca a secretária de Estado da Saúde, Carmen Zanotto.

Continua após o anuncio

Para o mês de março, estão agendados mutirões no Hospital Nossa Senhora de Fátima, em Praia Grande, e no Hospital de Caridade de Jaguaruna, reforçando o compromisso do Estado em descentralizar os serviços e tornar os cuidados oftalmológicos mais acessíveis a diferentes regiões.

Cabe ressaltar que a catarata, responsável por 51% dos casos de cegueira em todo o mundo, é uma prioridade nas ações do Estado, alinhando-se com as diretrizes da Organização Mundial de Saúde (OMS) no combate às principais causas de deficiência visual.

Continua após o anúncio

Mais informações para a imprensa:
Karla Lobato
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Saúde
(48) 99134-4078
[email protected]

Fonte: Governo SC

Continua depois do anúncio: FP

- CONTEÚDO PROMOVIDO -

Veja Mais