- PUBLICIDADE GOOGLE-

Miotto prestigia o evento Finep Day Florianópolis

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Deputado Miotto falou sobre a atuação da Comissão de Economia, na Alesc FOTOS: Ascom deputado Jair Miotto

Continua após o anúncio

A Finep é uma financiadora pública federal que apoio indústrias de todo o Brasil no desenvolvimento de projetos na área de inovação

Como presidente da Comissão Economia, Ciência, Tecnologia e Inovação da Assembleia Legislativa, o deputado Jair Miotto (União) esteve na Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc) para prestigiar o Finep Day Florianópolis. O evento foi realizado nesta quarta-feira (6).

Continua após o anuncio

De acordo com o gerente do Departamento Regional Sul, da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), Bruno Rodrigues Camargo, o Finep Day é um encontro que tem como objetivo promover o intercâmbio de conhecimento, networking e oportunidades de negócios. “No Finep Day Florianópolis, apresentamos os detalhes das 11 chamadas públicas vigentes dentro da nova política industrial brasileira, também chamada Nova Indústria Brasil”, detalha o gerente, salientando que indústrias de todo o Brasil podem se candidatar a receber recursos não reembolsáveis para inovação da Finep.

Durante o evento, o deputado Miotto teve a oportunidade de expor aos presentes o trabalho desenvolvido como presidente da Comissão de Economia, Ciência, Tecnologia e Inovação, da Alesc. “No início de dezembro do ano passado, recebemos o gerente Camargo na reunião da Comissão de Economia. Acompanhamos as informações sobre a atuação da Finep e nos colocamos à disposição para contribuir na divulgação dos editais lançados pela financiadora. Assim, mais empresas catarinenses poderão ter conhecimento destes recursos, que são 50% não reembolsáveis e 50% a juros com taxas abaixo do mercado”, recorda o deputado Miotto.

Continua após o anúncio

As 11 chamadas públicas
A Finep apoia desde a pesquisa básica até o desenvolvimento de tecnologia e processo de inovação que ocorre nas empresas, oferecendo ações de empréstimos. Durante o Finep Day, o superintendente de Inovação da Finep, Newton Hamatsu, repassou detalhes sobre as 11 chamadas públicas lançadas pela agência. As principais áreas são: agronegócio, saúde, mobilidade urbana, energia, tecnologias digitais, tecnologias ambientais, entre outras. “As chamadas estão alinhadas à iniciativa do governo federal para estimular o desenvolvimento industrial brasileiro. São R$ 2,18 bilhões em recursos não reembolsáveis para a inovação industrial”, afirma Hamatsu.

As 11 chamadas públicas oferecidas pela Finep

Agro: R$ 280 milhões

Saúde – Empresas: R$ 250 milhões

Saúde – ICTs: R$ 250 milhões

Mobilidade Urbana: R$ 150 milhões

Aviação Sustentável: R$ 120 milhões

Resíduos, Saneamento e Moradia: R$ 80 milhões

Semicondutores: R$ 100 milhões

Tecnologias digitais: R$ 170 milhões

Energias Renováveis: R$ 250 milhões

Bioeconomia: R$ 250 milhões

Soberania e Defesa Nacional: R$ 280 milhões

Na Comissão de Economia
Na reunião ocorrida em dezembro de 2023, na Comissão de Economia, o gerente Camargo informou que, de 2023 a 2026, a Finep terá R$ 40 bilhões disponíveis para investimentos em projeto na área de inovação. Sendo 50% dos não reembolsáveis e 50% a juros com taxas abaixo do mercado. As taxas da Finep vão de 3,5% a 7% ao ano, com até 20 anos de prazo para pagamento.

O escritório da Finep para a região Sul tem sede em Florianópolis, próximo ao Sapiens Parque, e atende Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul. Naquela ocasião, Camargo revelou que, entre 2008 e 2023, a Finep aplicou mais de R$ 9 bilhões na região Sul do Brasil, o que representa 37,2% do total do apoio da Finep em todo Brasil. “Para Santa Catarina, vieram cerca de R$ 3 bilhões. Logo, de 10% a 12% do recurso nacional da Finep vem para o estado catarinense. São Paulo é o estado com maior captação no país”, detalha o gerente.

Ele acrescentou, ainda, que no crédito descentralizado, em 2023, a Finep emprestou, nacionalmente, mais de R$ 1 bilhão, sendo que mais de R$ 250 milhões vieram para empresas catarinenses de médio porte, via repasse do BRDE, Cresol, Badesc e outras instituições.

Para o deputado Miotto, a tecnologia e inovação são cruciais para a economia de Santa Catarina. “Nosso estado vem captando recursos para ciência, tecnologia, inovação. Nossas indústrias podem ter apoio da Finep para desenvolver seus projetos e, assim, trazer qualidade ao serviço prestado, crescimento econômico e notoriedade para Santa Catarina”, finaliza o deputado Miotto.

Fonte: Agência ALESC – Gabinetes

Continua depois do anúncio: FP

- CONTEÚDO PROMOVIDO -

Veja Mais