- PUBLICIDADE GOOGLE-

Divulgada a realização da Marcha para Jesus no município de Palhoça

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Pastor Albino Medeiros
FOTO: Bruno Collaço / AGÊNCIA AL

Continua após o anúncio

Atendendo a uma requisição do deputado Sergio Motta (Republicanos), a sessão plenária da manhã desta quinta-feira (7) foi suspensa para a manifestação do presidente do Conselho dos Pastores do município de Palhoça (Copaph), pastor Albino Medeiros.

Em sua fala, Medeiros apresentou a realização da Marcha para Jesus no município de Palhoça, que acontece no dia 4 de maio, às 13h, com concentração no estacionamento da prefeitura local.

Continua após o anuncio

Na ocasião, ele fez um resgate da história do evento, que é realizado em cerca de 170 países e chegou ao Brasil no ano de 1993. Em Santa Catarina, a primeira edição aconteceu em Florianópolis, em 2023, ano em que também foi levada à Palhoça.

Conforme o pastor, a Marcha para Jesus não é realizada por uma denominação religiosa específica e tem o objetivo de exaltar o nome de Jesus e congregar as pessoas e famílias em torno dos valores e ensinamentos cristãos. Ao final, ele também convidou todos os interessados a estarem presentes.

Continua após o anúncio

“Então fica aqui um convite todo especial. Santa Catarina, o Brasil e o mundo estão precisando cada vez mais de Jesus e estamos aqui para nos posicionar. Não estamos aqui trazendo uma religião, mas o nome de Jesus.”

Em aparte, o deputado Sergio Motta declarou que desde o ano de 2023 a Marcha para Jesus integra o patrimônio cultural e imaterial de Santa Catarina, por meio de lei de sua autoria.

Na visão do parlamentar, um dos principais méritos do evento é ressaltar a figura de Jesus sem ligá-lo a uma religião. “Nós vamos ter em Palhoça um evento que, com certeza, vai glorificar aquele que não é uma religião, mas o caminho, a verdade e a vida”, disse.

Já o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Mauro de Nadal (MDB), destacou o caráter inspirador do convite apresentado pelo pastor Albino Medeiros, afirmando ainda que a Assembleia Legislativa sente-se orgulhosa por receber a palavra de Jesus e por poder irradiá-la por todo o estado.

Também se manifestaram em favor da Marcha para Jesus os deputados Antídio Lunelli (MDB), Marcius Machado (PL), Maurício Peixer (PL), Marcos da Rosa (União), Carlos Humberto (PL) e Estêner Soratto (PL).

Liberdade econômica
Também na tribuna da Assembleia Legislativa, o deputado Lunelli trouxe os dados mais recentes do Índice de Liberdade Econômica, promovido pela Fundação Heritage. A pesquisa avalia o grau de liberdade econômica de 184 países, levando em consideração doze categorias, como liberdade fiscal, intervenção do governo, corrupção, direito de propriedade, entre outros.

O Índice de Liberdade Econômica de 2024, conforme destacou o parlamentar, mostra que o Brasil está entre os países menos livres economicamente, ocupando o 126º lugar entre as 184 nações analisadas. Entre os 32 países das Américas, ficamos em 26º. “O baixo desempenho do Brasil nesse quesito não é surpresa. O país patina no assunto há muito tempo. Grande parte disso é causada pela corrupção, direitos de propriedade desrespeitados, sistema judicial vulnerável à influência política, e tamanho excessivo do setor público”, criticou Lunelli.

“Para mudar o futuro do nosso país, precisamos de medidas que tornem mais fácil e menos burocrático investir no Brasil. Precisamos de estabilidade e segurança para que as empresas cresçam e invistam. Precisamos de uma economia forte que gera emprego e renda e traga mais oportunidades para as pessoas. Vamos nos inspirar nos bons exemplos e escrever uma nova história para o nosso país”, defendeu o parlamentar.

Com informações de Daniela Legas.

Alexandre Back
Agência AL

Fonte: Agência ALESC

Continua depois do anúncio: FP

- CONTEÚDO PROMOVIDO -

Veja Mais