- PUBLICIDADE GOOGLE-

Alunos do Centro e do Monte Alegre participam de palestras do Fevereiro Pink

Seis escolas do município já receberam orientações sobre a prevenção da gravidez na adolescência

O ciclo de palestras do Fevereiro Pink, realizado pela Secretaria de Saúde de Camboriú, teve prosseguimento nos últimos dias. Nesta quarta e quinta-feira, dias 6 e 7, foram realizadas orientações sobre a prevenção da gravidez na adolescência em duas unidades da rede municipal de ensino do município. Foram atendidos os alunos do 9º ano das escolas Artur Sichmann, no Centro, e do Anita Bernardes Ganancini, no Monte Alegre. Ao todo, nesses dois últimos dias, as palestras movimentaram cerca de 240 estudantes.

Continua após o anúncio

Os encontros no Artur Sichmann foram realizados na tarde de quarta-feira e na manhã de quinta-feira. As profissionais Fabiana Lomba, enfermeira da Unidade Básica de Saúde (UBS) Central, e a psicóloga Estephany Kirlingüi, do Núcleo Ampliado de Saúde da Família (NASF), foram as responsáveis por mediar os encontros. Cerca de 90 alunos participaram da ação.

Já as atividades no Anita Bernardes Ganancini tiveram reuniões durante os dois turnos desta quinta-feira. As orientações foram realizadas pela enfermeira da UBS do CAIC, Susely Ribeiro, e pela psicóloga do NASF, Kassia Brito. No Monte Alegre, aproximadamente 150 estudantes estiveram presentes nas palestras.

Continua após o anuncio

As atividades do Fevereiro Pink são promovidas em conjunto pelas equipes da Estratégia de Saúde da Família (ESF) e do NASF. Seis unidades da Rede Municipal de Ensino já receberam palestras. Também foram contempladas as Escolas Clotilde Ramos Chaves, localizada no bairro Areias; Abalor Américo Madeira, no bairro Conde de Vila Verde; Andrônico Pereira, no bairro São Francisco de Assis; e Lucinira Melo Rebelo, no bairro Rio Pequeno. As ações são realizadas desde a metade do mês de fevereiro e vão prosseguir durante os próximos dias.

Durante os encontros nas escolas, são abordados temas relacionados aos aspectos fisiológicos, sociais e financeiros que envolvem uma gravidez indesejada, principalmente na adolescência. As atividades também contam com reflexões sobre o uso de drogas, álcool, posicionamento das famílias e a responsabilização sobre as escolhas. Por fim, são repassados aos alunos conhecimentos sobre métodos contraceptivos e infecções sexualmente transmissíveis (ISTs).

Continua após o anúncio

Fonte: Prefeitura de Camboriú – SC

Continua depois do anúncio: FP

- CONTEÚDO PROMOVIDO -

Veja Mais