- PUBLICIDADE GOOGLE-

Grupo Escolar do São Roque promove Gincana Ambiental para arrecadação de recicláveis

O Grupo Escolar Jorge Domingos Gonzaga, do bairro São Roque, promove uma Gincana Ambiental para arrecadação de materiais recicláveis. A ação, que teve início no dia 1º de março e seguirá até o fim do mês de novembro, envolve os 140 alunos do 1º ao 5º ano da unidade em um grande movimento em prol do meio ambiente. Em menos de uma semana, já foram arrecadados um barril de quase 50 litros de tampinhas de garrafa pet, uma bombona de 20 litros quase cheia de lacres de latinhas, aproximadamente 120 vidros e cerca de 30 litros de óleo de cozinha usado.

“Eu como educadora ambiental resolvi aplicar esse projeto, incentivada pela Secretaria de Educação, para orientar melhor os alunos sobre a preservação do meio ambiente e a reciclagem na prática. Nesta gincana estamos incentivando eles a trazerem os materiais higienizados e a turma que mais arrecadar vai ganhar um passeio no mês de dezembro”, explicou a educadora ambiental e orientadora educacional, Marina Nolli Holtin.

Continua após o anúncio

As pontuações variam de acordo com cada item coletado. Por exemplo: 1 litro de óleo usado, 1 vidro de conserva pequeno e 5 litros de tampinha de garrafa pet valem 50 pontos. Já 1 vidro de conserva grande vale 100 pontos. Pilhas e baterias também estão sendo arrecadadas, mas não entram na pontuação. A unidade está, apenas, como um ponto de arrecadação para evitar o descarte incorreto dos itens no meio ambiente.

“As famílias estão bastante participativas, prova disso é a quantidade de itens que já arrecadamos em menos de uma semana de gincana e, além da questão da preservação do meio ambiente, também estamos trabalhando a favor da solidariedade”, afirmou a diretora da unidade, Caroline Lisboa Bello.

Continua após o anuncio

Meio ambiente e solidariedade

O objetivo do projeto é trabalhar tanto a reciclagem como a ação beneficente. As tampinhas arrecadadas, por exemplo, serão destinadas para a ONG Mi_Au, que resgata animais de rua. Já os lacres das latinhas serão enviados para a Associação dos Portadores de Deficiência Física de Itajaí e Região (APDEFI) para a confecção de cadeiras de rodas.

Continua após o anúncio

O óleo de cozinha e os vidros de conserva serão vendidos e o valor será revertido na compra de material pedagógico para a escola.

“A Secretaria de Educação, por meio do Departamento de Educação Integral (DEIN) e da Supervisão de Educação Ambiental, promove uma série de projetos ambientais em diversas frentes na Rede Municipal de Ensino. Neste início de ano tivemos uma formação com os nossos educadores ambientais. As escolas, então, abraçam um projeto e aplicam com seus alunos de forma lúdica e o resultado é o melhor possível, pois eles aprendem na prática como cuidar do planeta, como fazer o gerenciamento de resíduos, as cores da reciclagem. É um grande movimento de conscientização ambiental”, destaca a supervisora de Educação Ambiental, Adriana Bandeira.

Fonte: Prefeitura de Itajaí – SC

Continua depois do anúncio: FP

- CONTEÚDO PROMOVIDO -

Veja Mais