- PUBLICIDADE GOOGLE-

Livro sobre uso ornamental de plantas nativas é lançado na Comissão de Turismo e Meio Ambiente

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Professora do Departamento de Ecologia e Zoologia da UFSC, Michele de Sá
FOTO: Solon Soares/Agência AL

Continua após o anúncio

A pedido da Comissão de Turismo e Meio Ambiente, a professora do Departamento de Ecologia e Zoologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Michele de Sá, apresentou nesta quarta-feira (28) o livro “AlterNativas: Guia ilustrado para reconhecimento e substituição de plantas exóticas invasoras por espécies nativas no litoral de Santa Catarina.” A apresentação do material, que marcou o lançamento do livro, tem como objetivo subsidiar políticas de incentivo e conscientização sobre o uso de espécies nativas.

O presidente do colegiado, deputado Marquito (Psol), destacou que as espécies invasoras têm um potencial “altíssimo” de destruição da biodiversidade e podem causar “impactos ambientais profundos”. Portanto, para ele, o guia pode “potencializar o uso dessas espécies nativas, especialmente da Mata Atlântica”. Ele também classificou a discussão como um passo importante para trazer informação para quem trabalha com viveiros, floriculturas e projetos de jardinagem.

Continua após o anuncio

Ao apresentar o guia, Michele de Sá destacou que plantas exóticas invasoras estão entre as cinco maiores causas de perda de biodiversidade. Somente no estado de Santa Catarina foram mapeadas 93 dessas espécies, sendo que no Brasil são 200. Para minimizar a perda de biodiversidade, de acordo com a professora, é necessário o desenvolvimento de políticas públicas e também a conscientização dos cidadãos.

A conscientização tem papel importante pois o principal motivo de inserção de plantas exóticas é o fim ornamental. “São plantas que foram trazidas para cá em algum momento porque são bonitas, mas elas provocam uma série de danos a nossa biodiversidade e também podem provocar impactos econômicos”, complementa a professora.

Continua após o anúncio

A Comissão ainda encaminhou a proposta de uma indicação para a Secretaria de Estado da Educação para que a versão digital do livro seja enviada para as escolas estaduais. O guia está disponível online e é gratuito. Para acessar aqui https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/254155

Requerimento extrapauta
Além das discussões em torno do uso de espécies nativas, a Comissão de Turismo e Meio Ambiente também aprovou requerimento de autoria de Marquito que prevê a realização do Mês do Meio Ambiente. A iniciativa prevê atividades educacionais e culturais em junho, mês em que se comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente.

Com a colaboração de Cintia de Oliveira

Fonte: Agência ALESC

Continua depois do anúncio: FP

- CONTEÚDO PROMOVIDO -

Veja Mais