- PUBLICIDADE GOOGLE-

Alerta severo: deputados combatem veto que ameaça Bombeiros Voluntários em SC

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Deputado Matheus Cadorin em diálogo com bombeiros voluintários na Alesc

Continua após o anúncio

Os deputados Matheus Cadorin (Novo) e Dr. Vicente Caropreso (PSDB) levantaram uma importante questão na Assembleia Legislativa de Santa Catarina: ambos destacaram a necessidade de atenção para o veto do governador à emenda que destinava R$15 milhões para as corporações de bombeiros voluntários. Com o veto, os recursos não chegarão às corporações.

Cadorin, em suas declarações, enfatizou a importância de sensibilizar o governo e os colegas parlamentares para a manutenção desse recurso essencial. Ele ressaltou que a emenda – assinada por 20 deputados estaduais – tinha como objetivo garantir uma previsão orçamentária para as corporações de bombeiros voluntários, proporcionando-lhes uma base de sustentação para suas atividades.

Continua após o anuncio

Por sua vez, Caropreso expressou sua preocupação com a intenção do Executivo de destinar parte dos recursos provenientes das contribuições de análises de riscos para que as prefeituras assumam os custos dos bombeiros voluntários. Ele argumentou que a emenda proposta visava oferecer alguma previsibilidade financeira às corporações, que desempenham um papel crucial na segurança e proteção dos cidadãos catarinenses.

1,6 milhão de pessoas atendidas
Durante sua intervenção na tribuna da Assembleia Legislativa, o deputado Matheus Cadorin reforçou a importância histórica e a eficiência do modelo de bombeiros voluntários em Santa Catarina. Ele destacou que essas corporações têm mais de 130 anos de atuação, atendendo cerca de 1,6 milhão de habitantes em todo o estado. Além disso, Cadorin ressaltou que o valor solicitado na emenda representa um investimento mínimo por habitante, evidenciando o custo-benefício altamente eficaz desse serviço de segurança.

Continua após o anúncio

Diante desse cenário, os deputados anunciaram sua intenção de mobilizar seus colegas parlamentares, tanto da frente parlamentar do bombeiro voluntário quanto aqueles que não fazem parte dela, para sensibilizar o governo e buscar a derrubada do veto na Assembleia Legislativa, assegurando assim a continuidade do apoio financeiro às corporações de bombeiros voluntários e garantindo a segurança da população catarinense.

Fonte: Agência ALESC – Gabinetes

Continua depois do anúncio: FP

- CONTEÚDO PROMOVIDO -

Veja Mais